Câmara de Embu das Artes dá posse interina a Dr. Peter!

Por Wilson Barbosa

A Câmara Municipal de Embu das Artes finalmente deu posse ao vice-prefeito Dr. Peter (PMDB) na sessão extraordinária desta quarta-feira (01). O prefeito eleito Ney Santos (PRB) mais uma vez não compareceu.

Marcada para as 16h, a sessão de posse, comandada pelo presidente interino da câmara municipal, Carlinhos do Embu (PSC), não durou mais que 15 min. Com a ausência de Ney Santos, o vice-prefeito Dr. Peter Mota Calderoni foi empossado e comandará a prefeitura de Embu das Artes, ainda de forma interina durante 10 dias, até que Ney regularize sua situação perante a justiça eleitoral. Caso não ocorra a posse do prefeito eleito, o vice Dr. Peter comandará a prefeitura em definitivo.

Ney Santos encontra-se foragido da Justiça desde o dia 9 de dezembro de 2016, após uma operação do Ministério Público, que pediu a sua prisão sob acusação de lavagem de dinheiro, tráfico de drogas e associação com uma organização criminosa.

Em seu breve discurso na tribuna Dr. Peter disse que a cidade passou por períodos de turbulência, mas que graças a Deus tudo estaria se realizando. “Eu quero me dedicar ao máximo a população de Embu das Artes. 80% dos votos válidos da população foram dedicados a nós e é a essa população que vamos governar”, afirmou o prefeito interino.

Peter agradeceu aos advogados e a toda equipe do prefeito eleito Ney Santos, afirmando que espera ficar por pouco tempo no cargo. Disse que esta é uma situação transitória, que vão governar a cidade como se fosse uma grande empresa. “Nossa cidade precisa ser bem administrada e ter as pessoas mais bem capacitadas para gerenciar, que é isso que o prefeito Ney Santos sempre frisou. Vamos fazer o máximo de nós com o mínimo de gastos possível para que tenhamos uma cidade que saia dessa situação que se encontra e comece a andar para frente”, finalizou Peter. Após a posse, Dr. Peter novamente saiu sem falar com a imprensa.

Posse_Dr-Peter_Dr.-Francisco-Souza_entrevista

O diretor jurídico da câmara, Dr. Francisco Roberto de Souza, explicou aos jornalistas que, segundo o regimento interno da casa, o prefeito eleito Ney Santos – a partir da posse do vice – tem o prazo de 10 dias para assumir; após o prazo, deve apresentar uma justificativa de sua ausência; caso não apresente nada convincente o vice deve assumir definitivamente o cargo.

O vereador Hugo Prado, que ocupava o cargo interino de prefeito, retornou à presidência da câmara municipal, comandando a primeira sessão ordinária de 2017, que teve início às 18h.

jornalopardal

Jornal O Pardal, distribuído gratuitamente nas cidades de Juquitiba e São Lourenço da Serra, formato Germânico impresso à 4 cores. Com uma diagramação moderna e comunicativa as matérias são sempre de agrado do público. Leia você, também, o Jornal O Pardal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *