Manacá-da-Serra, a nossa Momiji do Japão!

Por Nivaldo Ramos

São plantas diferentes, mas encantam e enfeitam nas regiões onde nascem!

Pesquisando imagens na internet para criar o anúncio do Momiji Suchi Restaurante da nossa amiga Claudia de São Lourenço da Serra, descobrimos os encantos do Momiji no Japão e passo a dividir isso com nossos leitores e internautas!
Momiji, são as árvores do gênero Acer. Existem aproximadamente 125 espécies, a maioria das quais são nativas da Ásia. O exemplo mais conhecido é a Acer saccharinum, que é uma das 10 espécies encontradas no Canadá e sua folha é parte integrante da bandeira do país.
O Momiji é a árvore que chama mais atenção no outono pela coloração das folhas que passam do verde ao vermelho ou alaranjado. Algumas árvores parecem uma enorme tocha ardente. Lindíssimo! O conjunto é um espetáculo.

DSC_0315_min
Momijigari – É a arte de apreciar as folhas de Outono no Japão, e é chamada de “Kōyō-gari” ou “Momijigari”, que tem origem na palavra Momiji. No Japão, o Momijigari é praticado pelos japoneses e várias empresas de turismo levam os turistas para contemplarem e apreciarem esta maravilha.
Em Juquitiba e São Lourenço da Serra
Aqui nós não temos o Momiji, mas temos para nossa contemplação e apreciação o Manacá-da-Serra, também chamada de Cuipeúna, Jacatirão e Manacá-da-serra-anão.
O manacá-da-serra é uma árvore nativa da Mata Atlântica. Seu porte é baixo a médio, atingindo de 6 a 12 m de altura. As flores desabrocham com a cor branca e gradativamente vão tornando-se violáceas, passando pela cor rosa. Esta particularidade faz com que na mesma planta sejam observadas flores de três cores. A floração ocorre de novembro a fevereiro.
Depois que ler o jornal, de uma volta na cidade, ela está toda florida, aproveite para comtemplar e pensar nas coisas boas da vida que a natureza proporciona!
“Eu já tinha visitado várias cidades, foi no mês de dezembro que vim ver sítios em Juquitiba. A imobiliária me levou em vários sítios, toda Juquitiba estava florida, os Manacás-da-Serra estavam em todo o seu esplendor, não tive dúvidas comprei o meu sítio aqui, isso há 30 anos!”, diz Nivaldo o editor do Pardal.
Está aí uma ideia para algum empreendedor na área de turismo investir e mais um motivo para atrair compradores de sítios para a nossa região. A natureza garante que não falha, todos os anos os Manacás-da-Serra vão florescer e enfeitar a nossa região!

jornalopardal

Jornal O Pardal, distribuído gratuitamente nas cidades de Juquitiba e São Lourenço da Serra, formato Germânico impresso à 4 cores. Com uma diagramação moderna e comunicativa as matérias são sempre de agrado do público. Leia você, também, o Jornal O Pardal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *