quinta-feira, 18, abril, 2024

Araraquara inicia programação dos “21 Dias de Ativismo contra o Racismo”

Agenda de eventos visa reunir propostas que pautem o debate pelo fim da discriminação racial

Mais lido

Araraquara é uma das cidades que seguirão o calendário nacional dos “21 Dias de Ativismo contra o Racismo”, campanha que existe desde 2017 e funciona como uma grande agenda antirracista, onde movimentos sociais, coletivos, figuras públicas e pessoas independentes podem propor diversas atividades que pautem o debate pelo fim da discriminação racial.

O mês de março é escolhido, pois no dia 21 de março de 1960, sob o regime racista na África do Sul (Apartheid), foram assassinados 69 jovens e feridos 186, em brutal repressão, conhecida como “Massacre de Shaperville”. Nessa data, cerca de 5 mil jovens negros faziam um protesto pacífico contra a Lei do Passe, que na época obrigava os negros a portarem um cartão que indicava os locais onde era permitida sua circulação. Havia também a luta contra o aprendizado do africâner, a língua do opressor. A polícia sul-africana abriu fogo sobre a multidão desarmada, seguindo o regime de segregação racial adotado de 1948 a 1994. A ONU considerou desde então essa data como o Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial.

No Brasil, temos datas significativas no mês para serem lembradas de grande simbolismo para a representatividade negra: 14 de março, que é o dia da execução da vereadora Marielle Franco e também dia do nascimento de Abdias Nascimento e Carolina Maria de Jesus; 16 de março, dia da morte de Cláudia Ferreira e homenagem às vítimas do Estado; e por último, foi sancionada no ano de 2023 pelo presidente Lula a Lei 14.519/2023, que institui no dia 21 de março o Dia Nacional das Tradições das Raízes de Matrizes Africanas e Nações do Candomblé.

A programação dos “21 Dias de Ativismo contra o Racismo” conta com atividades de letramento racial, palestras, rodas de conversa, oficinas, posse do Conselho Municipal de Combate à Discriminação e ao Racismo (COMCEDIR) e lançamento da campanha contra o racismo, entre outras. 
A coordenadora de Políticas Étnico-Raciais, Alessandra Laurindo, destaca que os “21 Dias de Ativismo contra o Racismo” acontecem em um mês muito simbólico. “É um mês marcado por acontecimentos que mudaram a história preta. Diante disso, Araraquara, mais uma vez, reforça a necessidade de ampliar o enfrentamento ao racismo estrutural, somando na programação nacional e expandindo o debate com uma programação que abrange diversas faixas etárias. Queremos estimular um amplo diálogo com a sociedade e, com isso, naturalizar que temas antirracistas sejam debatidos o ano todo e não só no calendário de novembro. É uma oportunidade de repensar como de fato cada pessoa está contribuindo para eliminar a discriminação racial tão latente em nosso cotidiano”, explicou.
Nesta quarta-feira (7), três eventos movimentam a programação. Às 13h30, será realizada a palestra sobre “Protagonismo das Mulheres Negras” na Escola Estadual João Batista de Oliveira. Às 15h30, a equipe da Coordenadoria de Políticas Étnico-raciais participará de um podcast com o tema “Educação Antirracista. Às 16h30, será realizado o Chá da Tarde com a Velha Guarda, uma roda de conversa na Casa SP Afro Brasil “Oswaldo da Silva Bogé”. Confira a programação completa:

21 DIAS DE ATIVISMO CONTRA O RACISMO – PROGRAMAÇÃO

Dia 7 de março, quinta-feira
13h30 – Palestra sobre “Protagonismo das Mulheres Negras”. Local: Escola Estadual João Batista de Oliveira
15h30 – Participação do Pod Cast – Educação Antirracista. Local: Secretaria de Educação
16h30 – Chá da Tarde com a Velha Guarda (Roda de conversa e escuta afetiva). Local: Casa SP Afro Brasil “Oswaldo da Silva Bogé”
Dia 8 de março, sexta-feira
Das 17h às 21h30 – Feira Afro (Espaço cultural e colaborativo para o fomento do empreendedorismo afro). Local: Espaço Garimpo – Sesc Araraquara
Realização: Sesc Araraquara

Dia 9 de março, sábado
18h – Abertura Oficial do Projeto Abebé – Roda de conversa e apresentação da Oficina de Tambores de Deusas com Helena de Opará
Realização: Ile Asé Osun Opará

Dia 13 de março, quarta-feira
9h30 – Lançamento do Projeto Quilombinho. Local: Casa SP Afro Brasil “Oswaldo da Silva Bogé”
Dia 14 de março, quinta-feira
18h30 – Roda de Conversa com as mulheres do Hip Hop. Local: Casa SP Afro Brasil “Oswaldo da Silva Bogé”

20h – Slam em homenagem à Marielle / Abdias do Nascimento e Maria Carolina de Jesus. Local:  Casa SP Afro Brasil “Oswaldo da Silva Bogé”
Em parceria com a Assessoria da Juventude
Dia 15 de março, sexta-feira
Das 17h às 21h30 – Feira Afro (Espaço cultural e colaborativo para o fomento do empreendedorismo afro). Local: Espaço Garimpo – Sesc AraraquaraRealização: Sesc Araraquara
19h – Roda de Conversa Mulheres Negras. Local: Centro de Referência da Mulher

Dia 16 de março, sábado
10h – Programa Afro Mulheres. Local: Residencial dos Oitis

Dia 18 de março, segunda-feira
19h – Letramento Racial aberto para toda Comunidade. Local: Casa SP Afro Brasil “Oswaldo da Silva Bogé”

Dia 21 de março, quinta-feira
19h – Posse Comcedir / Lançamento da Campanha contra o Racismo. Local: Sala de Reuniões da Prefeitura

Dia 22 de março, sexta-feiraDas 17h às 21h30 – Feira Afro (Espaço cultural e colaborativo para o fomento do empreendedorismo afro). Local: Espaço Garimpo – Sesc Araraquara
Realização: Sesc AraraquaraLançamento do Programa Juventude Negra Viva em Brasília

Dia 27 de março, quarta-feira
19h – Oficina de Cartazista. Local: Centro de Referência Afro Mestre Jorge
(Em parceria com a APRECABA – Associação de Preservação, Resistência e Resgate da Cultura Afro Brasileira de Araraquara)

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias