quinta-feira, 18, abril, 2024

Araraquara participará do “Dia D regional de combate à dengue”

Mobilização está marcada para este sábado (24), das 8h as 13h30, no Parque Infantil

Mais lido

A Prefeitura de Araraquara, por meio da Coordenadoria de Vigilância em Saúde e da Gerência de Controle de Vetores da Secretaria Municipal de Saúde, participará neste sábado (24) do “Dia D regional de combate à dengue”. A ação, que está marcada para acontecer das 8h às 13h30 no Parque Infantil, é uma iniciativa da EPTV e conta com o apoio de Rotary Clubes de Araraquara e Sistema Único de Saúde (SUS).

Serão realizadas diversas ações como atividades para crianças, com desenhos e brincadeiras; exposição de maquetes; mascotes do mosquito macho e fêmea; distribuição de materiais impressos com informações de combate aos criadouros e sintomas da doença; e faixas colocadas de maneira estratégica em alguns semáforos.
Alessandra Cristina do Nascimento, gerente de Controle de Vetores, falou sobre a relevância da ação. “É muito importante essa iniciativa da EPTV, para junto com os municípios levar informações e conscientização sobre os cuidados e combate ao Aedes aegypti. Sempre reforçamos a importância da participação da população nesse combate, principalmente neste momento que requer atenção redobrada à eliminação dos criadouros do mosquito. Dar ênfase a esse tema tão importante neste momento faz toda diferença. Vamos nos unir nessa batalha. Somente juntos vamos conseguir vencer o mosquito Aedes aegypti”, destacou.

A mobilização será conduzida pela equipe do Instruindo, Educando e Comunicando (IEC) do Controle de Vetores, que fica instalada na Av. Ivo Antonio Magnani, 430, Fonte Luminosa, e atua diretamente na Saúde Pública do Município de Araraquara, no  controle da transmissão de arboviroses. A ação é motivada pelo aumento de casos confirmados de dengue no Brasil, pelos decretos de situação de emergência vindos dos estados do Acre, Distrito Federal e Minas Gerais, e pelo aumento quatro vezes maior de casos confirmados na cidade de São Paulo, comparado com o mesmo período em 2023.

Vale reforçar que o trabalho de combate aos criadouros do mosquito Aedes aegypti, realizado pelas equipes de Controle de Vetores da Vigilância Epidemiológica, da Secretaria Municipal de Saúde, é ininterrupto, independentemente da época do ano ou da situação da doença, e depende da participação da população. Além de cuidar da própria casa, o munícipe também pode identificar imóveis e outros locais problemáticos e avisar para o Controle de Vetores e a Ouvidoria da Vigilância em Saúde, por meio dos telefones (16) 3303-3115, (16) 3303-3104 e 0800-774-0440.

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias