sábado, 15, junho, 2024

Com 15 caminhões de doações enviados para o Sul, Fundo Social foca agora na Campanha do Agasalho

Arrecadação realizada em Araraquara é interrompida para dar vazão ao conteúdo recolhido; posteriormente, ação será retomada com os itens de maior necessidade para as vítimas dos temporais

Mais lido

A Prefeitura de Araraquara, por meio do Fundo Social de Solidariedade, anunciou a interrupção da campanha “Araraquara solidária ao povo do Rio Grande do Sul”, realizada com o objetivo de auxiliar as vítimas dos fortes temporais que afetaram 469 municípios gaúchos. A entrega dos donativos é realizada por meio de uma parceria com os Correios.

A presidente do Fundo Social de Solidariedade, Cidinha Silva, explicou que após ser enviado todo o conteúdo arrecadado, haverá uma consulta para saber quais são os itens de maior necessidade para a ação ser retomada em Araraquara. “Agradeço a todos que fizeram as suas doações e colaboraram para a campanha. Estamos dando vazão a tudo o que foi arrecadado, que resultou em um total de 15 caminhões enviados ao Sul, cada um deles com oito toneladas de doações. Peço que as pessoas aguardem por enquanto para fazer novas doações, pois vamos aguardar uma sinalização do Rio Grande do Sul sobre quais são os itens de maior urgência para aquela população atingida pelas chuvas”, explicou.
A ação em Araraquara teve início no dia 6 de maio e rapidamente vários estabelecimentos se colocaram como apoio e pontos de arrecadação. A campanha atendeu a um pedido da primeira-dama do Brasil, Janja, feito diretamente ao prefeito Edinho, que também é secretário geral da Frente Nacional de Prefeitos. A população respondeu prontamente e foram arrecadados alimentos não perecíveis, roupas, cobertores, água e produtos de higiene. A campanha também teve o tema “Um por todos e todos por elas”, com o propósito de arrecadar itens específicos para mulheres, como absorventes e peças íntimas.
Até esta terça-feira (28), os temporais do Rio Grande do Sul resultaram em 169 mortes confirmadas, 53 pessoas desaparecidas e 806 feridos. Há um total de 48.789 em abrigos e 581.638 desalojados (pessoas que estão nas casas de familiares ou amigos). As fortes chuvas tiveram início em 27 de abril e ganharam força no dia 29, com um total de 2,3 milhões de pessoas afetadas de alguma forma pelo temporal.

Campanha do Agasalho

O foco do Fundo Social se volta para a Campanha do Agasalho 2024, que foi lançada no último dia 7 de maio com o tema “Doe amor e empatia”. O frio passa, mas o gesto fica”. A ação conta com mais de 100 pontos de arrecadação espalhados por toda a cidade e as doações podem ser feitas até o dia 3 de agosto.

Na Campanha do Agasalho 2024, podem ser doados todos os tipos de agasalhos, desde que estejam em bom estado, lavados e higienizados. Também podem ser doados roupas masculinas e femininas, infantis e adultas, sapatos e acessórios (toucas, luvas, etc). Ao realizar a doação, é importante certificar-se que as peças estão em boas condições. Sapatos sem par, roupas sujas, furadas, manchadas ou com rasgos, por exemplo, são descartados no processo de triagem.

Já as pessoas que precisam de agasalho podem procurar uma unidade do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e fazer a solicitação, já informando o tamanho correto da roupa. Esses dados serão repassados ao Fundo Social e essa roupa é prontamente separada e enviada ao Cras para a pessoa levar.

Os principais pontos de arrecadação são o Fundo Social de Solidariedade (Rua Imaculada Conceição, 3.885, Vila Yamada, horário das 7h às 13h) e a Casa dos Conselhos (Av. Portugal, 583, Centro, das 8h às 17h). Todas as informações sobre a campanha e a lista completa com todos os postos de arrecadação estão disponíveis no link araraquara.sp.gov.br/campanha-do-agasalho-2024.

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias