terça-feira, 16, abril, 2024

Edna Martins é reeleita presidente estadual do PSDB Mulher

Desde novembro do ano passado, Edna é integrante do Secretariado Nacional da Mulher do PSDB

Mais lido

A socióloga Edna Martins foi reeleita presidente estadual do PSDB Mulher durante a convenção do PSDB de São Paulo realizada neste domingo, 25, no plenário da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, ao lado de Cinthia Ribeiro, prefeita de Palmas e presidente nacional do PSDB Mulher; de Marconi Perilo, presidente nacional do PSDB; e de Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul e vice-presidente nacional do PSDB. Também estavam presentes Paulo Serra, Marco Vinholi e Duarte Nogueira. Desde novembro do ano passado, Edna é integrante do Secretariado Nacional da Mulher do PSDB.

Diante do plenário lotado pela militância e lideranças do PSDB, em seu pronunciamento, Edna Martins destacou o valor da democracia. “Temos neste momento no nosso país uma responsabilidade muito grande. O PSDB sempre esteve comprometido com a democracia no Brasil, faz parte do nosso DNA, faz parte da nossa cultura e da nossa história. E para as mulheres, em especial, a defesa da democracia faz todo sentido neste momento, porque nós mulheres só temos oportunidade de participação porque existe democracia. E é verdade que esta democracia que temos hoje ainda precisa avançar muito para incorporar todas as mulheres e todas as diferenças que existem em nossa sociedade na prática política e nos partidos políticos. Queremos ver esta união do PSDB neste momento representar a incorporação de todas as diferenças e ter o partido mais democrático e mais representativo do Brasil, que faz jus à nossa história, a história da luta das mulheres”.  Sobre a convenção estadual, Edna declarou que “hoje temos aqui um ato concreto de participação da militância na escolha dos nossos dirigentes”.

A representatividade feminina nos espaços de poder também foi enfatizada por Cinthia Ribeiro, presidente nacional do PSDB Mulher. “ Se tem um lugar que eu me orgulho de estar é no PSDB, porque aqui a participação da mulher na política não é apenas uma cota a ser cumprida. O partido tem a responsabilidade com a participação efetiva feminina na construção das políticas públicas”, declarou.

Edna Martins

Edna Martins é socióloga, doutora em Linguística pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp) e especialista em Gestão Pública pela Universidade Federal de São João Del Rey. Ocupou o cargo de diretora acadêmica da Faculdade Savonitti de Direito, e professora das disciplinas de Sociologia Geral e Jurídica, e Ciência Política: Teoria Geral do Estado.

Além das atividades acadêmicas, em 1994 fundou o Cedro Mulher – Centro de Defesa dos Direitos da Mulher, ONG pioneira em Araraquara (SP) e Região no acolhimento, assessoria jurídica, tratamento psicológico e encaminhamento para as mulheres vítimas de violência. Coordenou o curso de Promotoras Legais e o Projeto 100 Cittá – Programa Internacional de Combate à Violência Contra às Mulheres/ qualificação de servidores para o enfrentamento da violência, participou de eventos, palestras, e outras ações direcionadas à pauta da mulher, entre elas, a 4ª Conferência Estadual de Políticas Públicas para as Mulheres.

Em 2001, foi eleita vereadora para a Câmara Municipal de Araraquara, assumindo a presidência da Comissão de Obras. Em 2004, foi reeleita sendo a vereadora mais votada da cidade e de 2007 à 2008 passa a ser a primeira mulher na história da cidade a assumir o cargo de Presidente da Câmara Municipal de Araraquara.

Em 2011-2012 foi presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher. Em 2016 foi candidata a prefeita de Araraquara.

Foi Diretora de Desenvolvimento Regional no Governo do Estado de São Paulo, Diretora Regional de Assistência e Desenvolvimento Social do Governo do Estado de São Paulo e Coordenadora de Políticas Públicas para a Mulher da Secretaria Estadual da Justiça e Cidadania.

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias