segunda-feira, 22, abril, 2024

Pesquisador do CDMF lança projeto “Cientistas do Amanhã – Jovens Negros”

Iniciativa busca estimular ingresso de alunos negros no ensino superior

Mais lido

Foi lançado na última quinta-feira, 09, na área 2 do Campus USP São Carlos, o programa “Cientistas do Amanhã – Jovens Negros”. Criado e coordenado pelo pesquisador do Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF), Antonio Carlos Hernandes, professor do Instituto de Física de São Carlos da Universidade de São Paulo (IFSC – USP), a iniciativa  tem como objetivo promover a maior participação de alunos pretos do ensino médio em atividades de pesquisa que fazem parte do programa “Vem Saber”.

Foram selecionados 82 estudantes pretos e pardos das escolas estaduais Conde do Pinhal e João Batista Gasparin para participação no novo programa. Ao longo do ano, os estudantes irão participar de atividades teóricas e práticas na área de ciências exatas, no campus da USP São Carlos. A proposta principal da iniciativa é estimular a presença desses alunos na universidade pública. 

Segundo Hernandes, os resultados expressivos do programa “Vem Saber” no decorrer dos anos fez com que surgisse a necessidade de propor um recorte racial para intensificar a entrada de alunos negros no ensino superior. “Oferecer mais oportunidades para esses jovens, para além do que já vem sendo realizado, é o nosso propósito. Quando optamos por dar atenção a um recorte racial, além do socioeconômico, reafirmamos a nossa intenção de contribuir, mesmo de maneira pontual, para diminuir a desigualdade no país”, contou. 

CDMF

O CDMF é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids) apoiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), e recebe também investimento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a partir do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia dos Materiais em Nanotecnologia (INCTMN).

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias