quarta-feira, 17, julho, 2024

“VACA” e “Encontro das crias de Araraquara” na quinta-feira (20) da Semana Luís Antonio

Programação gratuita acontece no Teatro Municipal, com ingressos distribuídos uma hora antes do início da atividade

Mais lido

Na quinta-feira, 20 de junho, a programação da 36ª Semana Luís Antonio Martinez Corrêa se concentra no Teatro Municipal com: o Café de Investigação “Encontro das ‘crias’ de Araraquara”, com Flávio Rodrigues, Mawusi Tulani e Nilceia Vicente, às 19h; e o espetáculo “VACA”, de Bruna Betito (São Paulo/SP), às 21h, com classificação de 16 anos.

Os ingressos gratuitos serão distribuídos na bilheteria do próprio teatro, uma hora antes do início das atividades.

A Semana Luís Antonio Martinez Corrêa é uma realização da Secretaria Municipal de Cultura e Fundart, Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Governo do Estado de São Paulo, com gestão e produção da APAA. Tem o apoio do Sesc Araraquara, do Senac, do Sesi, da Unesp, da PROEC – Pró Reitoria de Extensão Universitária e Cultura, da FCLAr – Faculdade de Ciências e Letras, do Programa de Pós Graduação em Estudos Literários e do CAC – Centro Ação Cultural.

VACA – “VACA” é um solo teatral com Bruna Betito que tem como ponto de partida o universo das amantes – ou da condição das amantes ao longo da história: essa figura transgressora e indissociável ao casamento, condenada e sem direito de defesa.

É a saga e peregrinação de uma mulher que está em constante busca pela identidade animal a qual foi destinada, com performatividade, dança, recurso de materiais e situações que presentificam a atriz e o público num jogo interativo, como quando o público é convidado a discutir sobre “infidelidade” de forma anônima.

Entre os autores inspiradores para criação de “VACA” estão: Gustave Flaubert com “Madame Bovary”; Elisabeth Abbot com “Amantes: uma história da outra” e Esther Perel com “Casos e Casos”.

O trabalho parte da autobiografia da atriz, mas já de início, deslocada para um universo onírico, surreal e mitológico, a partir dos seus sonhos com o Apocalipse, que são narrados e dramatizados, misturando realidade documental, ficção e uma dose de sarcasmo.

A classificações é de 16 anos, com 60 minutos de duração.

Café de Investigação – O “Encontro das ‘crias’ de Araraquara” reúne Flávio Rodrigues, Mawusi Tulani e Nilceia Vicente, às 19h no saguão do Teatro Municipal.

A cidade de Araraquara é berço de importantes artistas e intelectuais do Brasil. Na cena teatral contemporânea, as trajetórias de Flávio Rodrigues, Mawusi Tulani e Nilceia Vicente, que são “crias” do município, são celebradas.

Com carreiras singulares que transitam entre a atuação e a direção tanto no chamado teatro de grupo como também em produções independentes em São Paulo, as suas obras e presenças tem se destacado na dimensão estadual e nacional pela contundência e relevância em termos de experimentação de linguagens, formatos, estéticas, poéticas e mobilizações políticas por meio da arte. Nesta conversa, percorremos os caminhos de suas trajetórias artísticas com intuito de retroalimentar inspirações e referências para a continuidade de pesquisa e realização de projetos no teatro.

SERVIÇO:

36ª Semana Luís Antonio Martinez Corrêa

Dia: quinta-feira (20 de junho)

·         Programação:

21h: Espetáculo “Vaca”, de Bruna Betito (São Paulo/SP) – Classificação: 16 anos

Local: Teatro Municipal 

19h: Café da Investigação “Encontro das ‘crias’ de Araraquara” com Flávio Rodrigues, Mawusi Tulani e Nilceia Vicente

Mediação: Viccy Ferrari

Local: Saguão do Teatro Municipal 

Programação gratuita

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias