segunda-feira, 27, maio, 2024

Araraquara arrecada cerca de 50 toneladas de doações para o Rio Grande do Sul

Primeiro caminhão seguiu viagem com 8 toneladas de mantimentos para as vítimas dos temporais

Mais lido

Cerca de 50 toneladas de doações foram arrecadadas, durante a última semana, pela campanha “Araraquara solidária ao povo do Rio Grande do Sul”, realizada pela Prefeitura de Araraquara, com o objetivo de auxiliar as vítimas dos fortes temporais que afetaram 447 municípios gaúchos. Na tarde dessa segunda-feira (13), um caminhão cedido pelos Correios seguiu viagem para o Sul com a primeira carga da campanha, que conta com 8 toneladas de mantimentos.
O prefeito Edinho se mostrou agradecido pela solidariedade demonstrada pela população de Araraquara e também agradeceu a todos os parceiros que atuaram na ação. “Eu quero agradecer às pessoas que foram tocadas por esta tragédia que o Rio Grande do Sul está vivendo, agradecer a cada pessoa que fez a sua doação, por menor que seja, agradeço a cada uma. Agradeço aos Correios e agradeço às empresas que fizeram suas doações, como a Lupo. Para não ser injusto, vou me conter apenas na Lupo, e em nome dela, agradecer a todas as empresas da nossa região que colaboraram. Estamos com mais de 50 toneladas de doações. Minha gratidão a todo mundo que se mobilizou”, comentou, em live transmitida nas suas redes sociais, pouco antes do primeiro caminhão com 8 toneladas deixar a cidade. Edinho também mostrou a quantidade de doações que estão armazenadas no Fundo Social e que também seguirão nos próximos dias para ajudar os gaúchos. 
A ação em prol das vítimas das chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul atendeu a um pedido da primeira-dama do Brasil, Janja, feito diretamente a Edinho, que também é secretário geral da Frente Nacional de Prefeitos. “Faço aqui um agradecimento especial à nossa primeira dama, Janja, que me ligou logo depois da tragédia, pediu para que eu conversasse com as empresas da região, que eu conversasse com prefeitos, e a partir dessa iniciativa dela, com o apoio de muitas pessoas, como o Felipe Neto e empresários da região, conseguimos enviar 200 purificadores de água para o Rio Grande do Sul. Hoje estão embarcando 100 máquinas lava e seca, o que também é muito importante para os abrigos. Eu estive em Porto Alegre, estive em Canoas e o que vi lá é algo muito difícil de mensurar. As pessoas abrigadas perderam tudo e inclusive não têm onde lavar roupa nos abrigos. Quero agradecer muito ao Chain, do Sistema de Educação Brasileiro (Seb), que fez a doação dessas 100 máquinas. Acredito que boa parte dos abrigos estarão cobertos com elas. A Cutrale participou também da compra dos purificadores, assim como as empresas do grupo Cosan. Eu não vou nomear senão vou ser injusto com outras”, acrescentou Edinho.
A ação em Araraquara teve início na segunda-feira (6) e rapidamente vários estabelecimentos se colocaram como apoio e pontos de arrecadação. A população respondeu prontamente e foram arrecadados alimentos não perecíveis, roupas, cobertores, água e produtos de higiene. A campanha também teve o tema “Um por todos e todos por elas”, com o propósito de arrecadar itens específicos para mulheres, como absorventes e peças íntimas.
Edinho destacou a importância da união de esforços. “Quero agradecer às pessoas que são anônimas, que fizeram as suas doações e tiraram, muitas vezes, daquilo que é essencial de dentro das suas casas para esse gesto de solidariedade. Minha gratidão a todos que participaram, muito obrigado ao Grupo Prerrogativas, aos voluntários, aos funcionários da Prefeitura, do Fundo Social, da Guarda Municipal, da Defesa Civil e todo mundo que trabalhou muito, mas principalmente quem participou. É o Brasil unido na reconstrução do Rio Grande do Sul”, concluiu o prefeito.

Números da tragédia
Até esta segunda-feira (13), os temporais do Rio Grande do Sul resultaram em 147 mortes confirmadas, 127 pessoas desaparecidas e 806 feridos. Há mais de 500 mil pessoas fora de casa. Desse total, são 80 mil em abrigos e o restante desalojados (pessoas que estão nas casas de familiares ou amigos). As fortes chuvas tiveram início em 27 de abril e ganharam força no dia 29, atingindo 447 municípios do Rio Grande do Sul, um total de 2 milhões de pessoas afetadas de alguma forma pelo temporal.

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias