quinta-feira, 18, julho, 2024

Araraquara vai receber investimento de R$ 48 milhões para Saúde e Assistência Social

Os R$ 35 milhões da Saúde devem ser investidos no programa Saúde Cidadã, que engloba mutirões de exames, cirurgias eletivas e consultas de especialidades

Mais lido

A Prefeitura de Araraquara enviou dois projetos de lei à Câmara Municipal para incluir no orçamento R$ 48.251.985,15 em investimentos nas áreas de Saúde e Assistência Social. De acordo com os projetos, R$ 35.711.578,15 devem ser destinados à Saúde e R$ 12.540.407,00, à Assistência Social. 

“Quero agradecer muito à Câmara por todo o apoio que tem dado à Prefeitura Municipal de Araraquara para que a gente possa trabalhar muito, como nós estamos trabalhando, para melhorar cada dia mais a nossa cidade”, ressaltou Edinho, em transmissão ao vivo nas suas redes sociais, no início da tarde dessa segunda-feira (15), ao lado das secretárias municipais de Saúde e Assistência Social, respectivamente, Eliana Honain e Jacqueline Barbosa.

Os recursos da Saúde devem ser investidos no programa Saúde Cidadã, que engloba mutirões de exames, cirurgias eletivas e consultas de especialidades represados com a pandemia de Covid-19.

De acordo com Eliana, os recursos reforçam o trabalho que já vem sendo realizado pela Prefeitura desde o final de 2023, quando os mutirões tiveram início. “Nós já estamos a todo vapor, e vamos continuar para diminuir, e com certeza zerar as nossas filas de exames, cirurgias eletivas e consultas de especialidades”, afirmou.

“Já estamos investindo, mas estamos pedindo para a Câmara nos autorizar mais de R$ 35 milhões, quase R$ 36 milhões, para que a gente invista com mais força ainda”, pontuou Edinho.

Em relação aos investimentos na Assistência Social, todo o montante – R$ 12.540.407,00 – é proveniente de convênios firmados com o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome. Esse valor será investido em obras de construção, reforma e ampliação de unidades da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social eleitas no Orçamento Participativo.

O recurso deve ser destinado à construção de três Centros Dia do Idoso – um no Valle Verde, outro no Santa Angelina e um terceiro no Jardim Cruzeiro Sul –, um Cras (Centro de Referência de Assistência Social) no Valle Verde e outro no Jardim América, além da reforma do Cras do Yolanda Ópice.

Edinho ressaltou a importância das três novas unidades do Centro Dia do Idoso, que se somarão ao Centro Dia do Carmo. “Araraquara, definitivamente, vai criar sua rede de atendimento aos idosos”, disse.

“Com essas três unidades serão quatro unidades em Araraquara, e penso que, em breve, nós estaremos batendo a casa de dez unidades, pois vamos continuar trabalhando para isso”, completou.

“Estamos investindo para que a gente possa melhorar o atendimento à nossa população e garantir a proteção social na nossa cidade”, salientou Jacqueline.

Na live, Edinho lembrou da importância dos R$ 108 milhões liberados pelo Governo Federal para a área da Saúde de Araraquara e agradeceu ao presidente Lula e aos ministros Nísia Trindade (Saúde) e Wellington Dias (Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome).

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias