segunda-feira, 27, maio, 2024

Assessoria de Políticas para a Juventude incentiva jovens a tirar o Título de Eleitor

A justiça eleitoral tem um site dedicado ao jovem eleitor para esclarecer dúvidas

Mais lido

A Prefeitura de Araraquara, por meio da Assessoria de Políticas para a Juventude, que integra a Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular, incentiva jovens de 16 a 18 anos a tirarem o Título de Eleitor. A Assessoria também oferece um serviço para orientar e esclarecer dúvidas, que pode ser acionado pelo WhatsApp (16) 99727-8468 ou diretamente na sede que fica na Rua Voluntários da Pátria, 2438, Centro.

O assessor de Políticas para Juventude, Igor Emídio, destacou que a parceria entre a Assessoria de Juventude e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) é essencial para fortalecer o engajamento cívico dos jovens. “Possibilitamos não apenas a emissão do Título de Eleitor, mas também ofereceremos oportunidades educativas e informativas sobre o processo democrático. Essa colaboração estratégica não só facilita o acesso dos jovens ao seu direito de voto, como também os prepara para exercerem sua cidadania de forma consciente e responsável, contribuindo assim para uma democracia mais participativa e inclusiva”, apontou.

Os jovens que querem participar das eleições municipais deste ano têm até 8 de maio para tirar o título eleitoral, que habilita o cidadão ou a cidadã a exercer o direito do voto. Em outubro, as eleições serão para escolher os representantes que ocuparão pelos próximos quatro anos os cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador dos municípios. Quem tem 15 anos também pode tirar o título de eleitor desde que complete os 16 anos até a data do primeiro turno: 6 de outubro.
Para tirar o Título de Eleitor, é preciso apresentar o RG, CPF e comprovante de residência recente, expedido nos três meses anteriores ao preenchimento do formulário.
O procedimento de alistamento eleitoral pode ser feito pela internet, por meio do sistema de sistema autoatendimento TítuloNet. Ao acessar o sistema, o jovem deve selecionar a opção “não tenho”, na guia “Título de eleitor”, somente se nunca tiver tirado o título. Posteriormente, deverá preencher todos os campos indicados com dados pessoais, como nome completo, e-mail, número da carteira de identidade e local de nascimento.
Após o envio da solicitação, a emissão do documento pode ser acompanhada pela internet. A Justiça eleitoral explica que basta acessar a guia “Acompanhar Requerimento” e informar o número do protocolo gerado na primeira fase do atendimento. Depois, o cidadão deve procurar o cartório eleitoral mais próximo para emitir seu título eleitoral. Após a solicitação pelo Autoatendimento Eleitoral, o futuro eleitor tem até 30 dias para fazer seu cadastramento biométrico no cartório eleitoral mais próximo. Após esse procedimento, a versão digital do título eleitoral pode ser baixada no aplicativo e-Título, disponível para smartphones e tablets.
Qualquer brasileira ou brasileiro acima de 16 anos tem o direito de votar e participar do processo de escolha de seus representantes. Para os menores de 18 anos, o voto é facultativo, assim como para idosos com idade acima de 70 anos. Ao completar 18 anos, o alistamento eleitoral é obrigatório e, se não tiver o título ou não comparecer às urnas, o cidadão pode ter problemas para emitir outros documentos, como passaporte, CPF, e até mesmo para se matricular em instituições de ensino.
A justiça eleitoral tem um site dedicado ao jovem eleitor para esclarecer dúvidas e incentivar o exercício da cidadania por meio do voto, que pode ser acessado pelo link www.justicaeleitoral.jus.br/jovem-eleitor.

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias