quinta-feira, 18, abril, 2024

Centro Afro e Casa SP Afro recebem o “Projeto Amo Viver”

Iniciativa consiste em oferecer gratuitamente aulas de pilates, ritmos e cardio dance ao público em geral

Mais lido

O Centro de Referência Afro “Mestre Jorge” e a Casa SP Afro Brasil “Oswaldo da Silva Bogé” receberão o Projeto Amo Viver, idealizado pelo professor Flávio Eduardo Luiz, o Edu. O projeto consiste em realizar aulas de pilates, ritmos, cardio dance, aberto ao público em geral, de forma gratuita, promovendo aulas democráticas de ampla participação popular que incentive a prática da atividade física e da dança, contribuindo para difusão cultural e desenvolvimento regional.

Com uma sólida experiência na prática de pilates, o professor falou sobre o propósito das aulas. “O exercício possibilita resultados e qualidade de vida para as pessoas que não tem condições de frequentar uma academia ou pagar aulas particulares, resultando na melhoria da saúde e oferecendo aos frequentadores a oportunidade de se movimentar, além de trabalharem a força muscular e o alongamento muscular”, apontou Edu.

O público esperado para o projeto é bem diverso, acima dos 14 anos até a melhor idade, pois o objetivo maior é envolver toda comunidade. As inscrições poderão ser realizadas diretamente nos locais do projeto, preenchendo o cadastro, com indicação do RG e comprovante de residência. As aulas acontecerão em duas turmas distintas, sendo às segundas-feiras na Casa SP Afro Brasil às 9h e às quartas-feiras no Centro de Referência Afro às 16h.

A coordenadora de Políticas Étnico-Raciais, Alessandra Laurindo, também valorizou a iniciativa. “Esse é um momento de muito entusiasmo, pois a demanda é antiga e agora teremos a oportunidade de propiciar qualidade de vida de forma mais acessível para aqueles que não conseguem pagar uma academia, incentivando a prática esportiva e também conectando pessoas, portanto, aproveitem. O convite é para todos”, ressaltou.

O professor Flávio Eduardo Luiz tem bacharelado em educação física e uma ampla experiência em aulas coletivas. “Ele apresenta em seu currículo um vasto conhecimento em modalidades para além do pilates, em jump, step, gab, localizada, funcional, abdominal, funcional, hidroginástica e ritmos. É recomendado por seu profissionalismo, competência, capacidade e idoneidade nas funções desempenhadas”, comentou.

O Centro de Referência Afro “Mestre Jorge” fica na Avenida Mauá, 377, no Centro, e a Casa SP Afro Brasil “Oswaldo da Silva Bogé” está localizada na Avenida Paulo da Silveira Ferraz, 1195, Vila Xavier.

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias