segunda-feira, 27, maio, 2024

CER “Jacomina Filippi Sambiase” é entregue reformado e ampliado

Demanda eleita no Orçamento Participativo, unidade escolar do Jardim Universal passou por obras que irão possibilitar o aumento do número de alunos atendidos

Mais lido

O CER “Jacomina Filippi Sambiase”, localizado na Avenida Rômulo Lupo, 875, Jardim Universal, foi ampliado e reformado. A entrega das obras aconteceu em uma solenidade realizada na manhã desta quinta-feira (25), atendendo uma demanda eleita pela população daquela região no Orçamento Participativo. A unidade escolar foi inaugurada em 1986 e conta atualmente com um total de 218 alunos matriculados. Com a reforma, terá a capacidade de atender 300 crianças.

O prefeito Edinho falou da importância de se investir na educação infantil. “Só a educação combate a desigualdade social. Se a educação pública não for de qualidade, o Brasil nunca será um país igualitário. A educação pública de qualidade começa na educação infantil, tem que ser mantida no ensino fundamental e depois tem que ser aprimorada no ensino médio. Cuidando das crianças na educação infantil, estamos trabalhando para que o Brasil seja um país menos desigual, onde brasileiras os brasileiros que não nasceram em famílias de posses possam ter acesso a oportunidades e sonhar com o futuro”, destacou.

O vereador Aluisio Boi (MDB), que representou a Câmara Municipal na cerimônia, também valorizou a obra. “Eu fico muito emocionado quando vejo recursos empenhados em projetos direcionados para melhorar as nossas unidades de educação, reformando, ampliando ou construindo, porque sei que o futuro está sendo garantido”, pontuou.

A deputada estadual Thainara Faria (PT) destacou a importância de fortalecer os espaços educacionais da cidade. “Penso que a estrutura que trabalhamos precisa dialogar com as nossas necessidades. É muito difícil quando temos que nos adaptar com o que a estrutura temos. É muito melhor quando a estrutura se adapta àquilo que nós precisamos oferecer aos nossos alunos. Desejo a vocês que tenham dias felizes de trabalho, dias felizes de aprendizado e que vocês possam ser cada vez mais valorizados para que nossos cidadãos e cidadãs araraquarenses, que estão aqui, continuem construindo o nome dessa cidade como referência para o país de um polo democrático que resiste, que luta e se posiciona sempre de maneira cidadã, ao lado não só do que mais precisam, mas de todos, não como iguais, mas com equidade, tratando cada um daquela maneira que precisa porque entendemos que todas a pessoas precisam do cuidado do poder público”, explicou.

A secretária da Educação, Clélia Mara dos Santos, também enalteceu o cuidado com o qual é pensado cada obra voltada para o ensino de qualidade em Araraquara. “A escola, além de um espaço e um lugar, é onde vidas podem ser projetadas de modos muito especiais e muito diferentes. O espaço físico da escola é mais do que um espaço. Não é tijolo, concreto, cimento, janela, porta. É a forma como a gente identifica, o jeito que a gente elabora, desenvolve e faz acontecer a proposta política e pedagógica desta rede. Então, esse espaço, esse lugar, é a forma como demonstra como nós educamos. E é por isso que é tão importante que possamos conquistar ainda mais. Agora que reformamos e ampliamos, outros sonhos e outras possibilidades de desenvolvimento de criação de espaços educativos certamente se edificarão. E que bom que a gente caminhe, porque esses espaços de vida são espaços de promoção de oportunidades educacionais e de cidadania. É espaço da brincadeira, da fantasia, do sonho, do canto, da leitura, da curiosidade, das cores, do abraço, das vivências, é o espaço da felicidade”, mencionou.

A secretária de Saúde, Eliana Honain, que representou os gestores municipais na solenidade, exaltou a força do Orçamento Participativo para executar as obras que de fato são prioritárias para a população. “Nós só fazemos as coisas corretas na cidade se ouvirmos a população. A gente só planeja as ações em uma cidade se ouvir a população. Ouvir a população é fundamental. E sem tem algo muito importante dentro do governo do prefeito Edinho é o Orçamento Participativo, que dá voz e vez à população. Entregar uma obra que foi definida no Orçamento Participativo é uma alegria imensa para nós, pois temos certeza de que, como gestores, estamos no caminho certo, por ser uma obra que a população quer e precisa”, reforçou.

A diretora interina da unidade 1, Silvia Ângela Pelícolla Galli, falou em nome dos profissionais e alunos do Centro de Educação e Recreação. “Esse dia é muito feliz. Estamos inaugurando um sonho com a ampliação e reforma do nosso CER. Agradeço em nome de toda a equipe Jacomina a todos que colaboraram para a realização desta obra, que tivemos o prazer de acompanhar”, afirmou.

O filho de Jacomina Filippi Sambiase, José Luiz Sambiase, representou a família no ato. “A minha alegria é muito grande. Agradeço muito ao prefeito Edinho e a todos que estão aqui. Essa homenagem é muito importante para mim e para a minha família”, salientou.

Com um investimento de R$ 767.583,56, a ampliação contemplou 162 metros quadrados com a construção da sala de apoio da recreação, mais um vestiário para os alunos, construção de sala de reunião de professores, cozinha geral, lavanderia, sanitários e vestiários dos funcionários;  outras melhorias abrangeram 710 metros quadrados, com troca de piso vinílico nos berçários, sala da recreação e sala da classe intermediária, além de substituição do piso cerâmico para porcelanato nos corredores, sanitários, cozinha, depósito, biblioteca, salas da diretoria e de aulas, solário e lavanderia.

Também marcaram presença da solenidade os vereadores Alcindo Sabino (PT) e Edson Hel (PV); o secretário de Governo, Donizete Simioni; a secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Jacqueline Barbosa; o secretário de Direitos Humanos e Participação Popular, Marcelo Mazeta; a secretária de Obras e Serviços Públicos, Renata Bratfisch; o superintendente do Daae, Delorges Mano; o chefe de Gabinete, Renato Ribeiro; o coordenador de Habitação, Anderson Morfy; a coordenadora executiva de Participação Popular, Nathalia Mauricio Rigolin; a presidente do Conselho de Escola, Leni Márcia Furilli; e a diretora interina da unidade 2, Luciana Mara Tabachi Zamai.

A homenageada

Jacomina Filippi Sambiase nasceu no sul da Itália, em Cocenza, no dia 7 de agosto de 1917, filha de Salvatore Filippi e de Palmira Ghirlanda Filippi. Conhecida como Mina, se formou em Araraquara, no Colégio Estadual, em 1934. Foi para o Rio de Janeiro para se casar com Martinho Antonio Sambiase, no dia 19 de janeiro de 1937, e 11 meses depois teve o primeiro filho em Araraquara, onde voltou a morar.

Devido ao trabalho do marido, as mudanças de cidade demandavam muito esforço de Mina, que cuidava de seus quatro filhos homens. Gostava de visitar as amigas frequentemente, acompanhar o marido nas festividades das cidades onde moravam e era muito querida por todos. Em 1960, ao voltar de uma viagem de mais de dois meses pela Europa, chegou ao aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, e ao final da escada agachou-se e beijou o chão dizendo “Nunca mais vou deixar o Brasil!”.

Mina gostava muito de pintar, principalmente cerâmica, fez curso de corte e costura, praticava atividade física todos os dias, era muito religiosa e sempre ajudava os mais necessitados. Em Araraquara, morou em uma casa próxima à Igreja Santa Cruz e, após morar em várias cidades e viajar muito, morou na Rua Voluntários da Pátria e na Granja Dinamarca, onde foi muito feliz e faleceu aos 62 anos de idade.

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias