quinta-feira, 18, abril, 2024

Curso de Enfermagem da Uniara é aprovado para funcionamento no campus Matão

Previsão é que as vagas para a graduação sejam oferecidas a partir do segundo semestre

Mais lido

A Universidade de Araraquara – Uniara teve o curso de Enfermagem aprovado pelo Ministério da Educação – MEC para funcionamento no campus Matão. A previsão é que as vagas para a graduação sejam oferecidas a partir do segundo semestre.

“A Uniara dá continuidade em desempenhar ações coerentes com a identidade que construiu ao longo de sua evolução institucional, capaz de atuar com a mesma eficiência em nível nacional mediante o crescimento da oferta de graduação, o fortalecimento da pesquisa e dos estudos aplicados, contribuindo assim para a adequação do município de Matão, da região de Araraquara e do Estado de São Paulo”, declara a coordenadora do curso, Creusa Aparecida Meirelles.

Ela coloca que “a Uniara, comprometida com a formação de profissionais aptos a assumirem com responsabilidade as tarefas de suas profissões, e intervirem como cidadãos nos ambientes dos quais participam,  contribuindo  com o município e a região para a manutenção e elevação dos índices de crescimento, toma a iniciativa de  ampliar a manutenção mediante a implantação do curso de Enfermagem no campus Matão, com a formação de recurso humano qualificado para os sistemas de saúde das redes pública e privada, fortalecendo o desenvolvimento regional”.

À frente da graduação em Araraquara há mais de duas décadas, a docente destaca que o curso já é consolidado. “Nessa trajetória de 24 anos, a maioria dos nossos ex-alunos está bem empregada, com diversos aprovados em concursos estaduais e federais. O principal diferencial são os estágios, quando os estudantes iniciam as atividades práticas no segundo ano. Acredito que seja o que tem propiciado a grande procura pelo curso”, aponta Meirelles.

A coordenadora também elogia a qualidade dos professores da graduação. “Você não tem um curso bom se não tiver um corpo docente qualificado. Fazem muita diferença a dedicação, a competência e a especificidade da disciplina que o docente irá ministrar. Outra coisa importante são os campos práticos para se desenvolver as atividades”, ressalta.

Meirelles detalha ainda que “já fizemos uma pesquisa em Matão e vimos que há condições, já que a cidade oferece muitos campos bons para que os alunos possam desenvolver estágio e atividades práticas nas instituições de saúde, no hospital, na rede de atenção básica, na estratégia de saúde da família e em atendimentos em outras áreas”, finaliza ela.

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias