quarta-feira, 17, julho, 2024

Departamento de Estradas de Rodagem de São Paulo completa 90 anos

Criado em julho de 1934, DER/SP administra malha viária de mais de 13 mil quilômetros, investindo na manutenção, recuperação e modernização de rodovias em todo território paulista

Mais lido

Nesta terça-feira (02/07), o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), vinculado à Secretaria de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística (Semil), completa 90 anos de serviços prestados ao estado e à população, ciente de que a segurança nas estradas é uma prioridade do Governo de SP. Alinhada a esse objetivo, a nova gestão do DER aposta em metodologias internacionais e novas tecnologias, para aprimorar a gestão e o planejamento dos investimentos na malha viária.
 

A partir da metodologia iRAP e da aplicação de novas tecnologias, por meio de parcerias internacionais, o DER aprimorará o monitoramento on-line dos fluxos de veículos, identificando trechos críticos e soluções de engenharia mais adequadas. Nesse sentido, foi relançado o Anuário Rodoviário de Acidentes, após hiato de nove anos, um compêndio de estatísticas e dados relativos a ocorrências registradas na malha viária estadual, a ser atualizado anualmente.
 

Em dezembro de 2023, duas rodovias sob gestão do DER – a SP 463, com 192 quilômetros de extensão, e a Rodovia Euclides da Cunha (SP 320) – ficaram entre as 10 melhores do país, segundo ranking da Confederação Nacional do Transporte (CNT).
 

“Nosso objetivo final é salvar vidas, oferecendo aos usuários uma experiência mais segura e mais confortável nas estradas sob a nossa gestão. A partir da leitura da massa de informações que estamos mobilizando, teremos melhores condições para planejar e aplicar medidas estruturantes que reduzam o número de acidentes e tragam mais segurança a todos”, diz Sergio Codelo, superintendente do DER.
 

Trajetória histórica
A história do DER começou em 2 de julho de 1934, quando Armando de Salles Oliveira, interventor federal no Estado de São Paulo, assinou o decreto nº 6.529, criando o Departamento de Estradas de Rodagem, subordinado ao Secretário de Estado dos Negócios da Viação e Obras Públicas.
 

A diretoria nasceu para cuidar dos serviços técnicos, administrativos, estudos, projetos, orçamentos, construção, reconstrução, conservação, melhoramentos e fiscalização, entre outras funções.
 

Em 1946, o DER se tornou uma Autarquia e logo depois foram criadas as Divisões Regionais, para atender as necessidades do projeto de integração do interior paulista. Atualmente, 14 DRs cobrem todas as regiões do estado.
 

O grande legado do Departamento começou, em 1939, com a construção das vias Anchieta e Anhanguera – a primeira inaugurada em 1947 e a segunda, no trecho Jundiaí/São Paulo, em 1948.


Principais obras
De 1934 a 1950
Construção das Vias Anchieta (SP 150) e Via Anhanguera (SP 330). A primeira inaugurada em 1947; e a segunda, no trecho Jundiaí/São Paulo, em 1948 – ambas pavimentadas em placas de concreto.
 

De 1945 a 1954
Construção da Rodovia Anhanguera (SP 330) – primeira pista pavimentada e a terceira maior do estado.
 

De 1975 a 1984
Pavimentação da Rodovia Castelo Branco (SP 280)
Duplicação de 138 quilômetros da Rodovia Washington Luiz (SP 310)
 

De 1985 a 1994
Duplicação da Rodovia Brigadeiro Faria Lima (SP 326)
Duplicação da Rodovia Marechal Rondon (SPA 486/300)
Duplicação da Rodovia Mogi-Dutra
 

De 1995 a 2004
Duplicação da Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-225).
Municípios: Bauru e Jaú
 

De 2005 a 2014
Duplicação da Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP 294)
Duplicação da Rodovia Raposo Tavares (SP 270)
Duplicação da Rodovia Euclides da Cunha (SP-320)
Construção da Estrada Parque Dr. Carlos Botelho (SP 139), pavimentada em placas de concreto. Primeira estrada-parque do Estado de São Paulo e a maior do gênero já construída no Brasil.


Seminário Técnico 90 Anos do DER-SP
Data: 02, 03 e 04 de Julho
Horário: De 9h às 17h
Local: Auditório Mitsuru Okawa, 5° andar, sede do DER

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias