sábado, 15, junho, 2024

Dia dos Namorados: comércio varejista deve registrar boas vendas para a data

Ticket médio dos consumidores será acima de R$ 150, segundo pesquisa local; FecomercioSP estima crescimento de 8,1% nas negociações regionais

Mais lido

Na próxima quarta-feira, 12 de junho, milhões de casais apaixonados celebram o Dia dos Namoradas, data que também marca o encerramento do primeiro semestre no calendário comemorativo do varejo. Para avaliar o comportamento dos consumidores e identificar de que forma a atual conjuntura deve afetar as vendas na ocasião, o Núcleo de Economia do Sincomercio Araraquara realizou a Pesquisa de Intenção de Compras para a o Dia dos Namorados.

Elaborado de forma on-line, o estudo apontou que 84% dos consumidores entrevistados pretendem ir às compras para a data, sendo que os estabelecimentos mais procurados serão as lojas de vestuário, bolsas e calçados (67,2%), seguido por perfumes e cosméticos (34%), além do setor de joias, relógios e acessórios (24%).

Dentre os entrevistados que não pretendem ir às compras, 66,7% afirmaram não ter a quem presentear, 16,7% alegaram que não irão presentear por motivos financeiros e 16,7% utilizarão outras formas de homenagear.

Estabilidade do ticket médio

            Se confirmado, o ticket médio para a compra dos presentes será de R$ 151,49, de acordo com a pesquisa. O valor é próximo do obtido na amostra do ano anterior, quando o ticket médio calculado foi de R$ 150,67. Em relação a 2022, o valor apresenta queda nominal de 17,3%, quando o ticket médio foi de R$ 183,36.

A estabilidade do ticket médio observada neste ano é justificada por uma maior parte de entrevistados (41,8%), que pretendem gastar aproximadamente o mesmo valor que o ano anterior. Já outros 20,9% preferem gastar mais esse ano e, por outro lado, 14,9% querem gastar menos.

Como e quando irão comprar

            De acordo com a pesquisa, a modalidade de compra mais procurada ainda é a presencial, com 67,2%. Em contrapartida, a compra integralmente on-line representou 29,9% dos que irão presentear alguém nessa data. Por último, a modalidade menos buscada foi pela internet com retirada na loja, com apenas 3% da preferência.

Na análise sobre as modalidades de pagamento, observa-se uma variedade nas escolhas dos consumidores. A maioria prefere usar dinheiro, com 26,9% das respostas, seguido de perto pelo cartão de débito, com 25,4%. O cartão de crédito também é uma opção procurada, tanto à vista, escolhido por 22,4% dos entrevistados, quanto a prazo, com 17,9%. Um menor número de consumidores opta pelo crediário da loja, representando 6% das preferências, enquanto o PIX, apesar de sua conveniência, é a menos preferida, com apenas 1,4% preferindo sua utilização.

Em 2023, a modalidade cartão de crédito era predominantemente a escolha dos consumidores, sendo utilizado por 35,5% a prazo e 25,8% à vista, e nesse ano observa-se um aumento na preferência por dinheiro e utilização do cartão de débito.

A maioria dos consumidores (71,6%) tendem a deixar a compra para a véspera ou para o próprio dia do evento. Aproximadamente, 9% dos entrevistados planejam adquirir os presentes nos últimos dias antes da data, enquanto 11,9% preferem uma antecedência de cerca de 15 dias. Um pequeno grupo, representando 7,5%, opta por maior antecedência, comprando o presente com um mês ou mais antes do Dia dos Namorados.

Experiência de compra

Os consumidores apontaram ainda que as divulgações on-line em redes sociais e e-mails (42,9%) são, atualmente, o que traz a maior influência no processo de escolha dos locais de compra. A recomendação de amigos ou familiares (23,6%) foi a segunda opção mais lembrada. Vitrines e exposição dos produtos (19,3%), ferramentas digitais de pesquisa e comparadores de preço on-line (8,6%) completam a lista dos meios de divulgação mais influentes da atualidade.

Já o que mais atrai os consumidores no momento da compra são promoções e descontos e a qualidade no atendimento, recebendo 26,4% e 18,3% dos votos, respectivamente. Em seguida, está a variedade de produtos (16,8%), a confiabilidade do site da compra (13,9%) e a disponibilidade de mais meios de pagamento (10,1%).

Estimativa de vendas para a região de Araraquara

Para a região de Araraquara, a FecomercioSP projeta um crescimento de 8,1% nas vendas do varejo para o Dia dos Namorados, com um faturamento estimado de R$ 1,9 bilhão. A entidade destaca que três das cinco atividades varejistas mais impactadas pela data devem apresentar crescimento, com farmácias e perfumarias prevendo um aumento de 8,8%, supermercados 7,7% e lojas de vestuário, tecidos e calçados com o maior crescimento: de 20,1%.

No entanto, espera-se uma queda de mais de 20% nas lojas de móveis e decoração, e de 4,7% no segmento de eletrônicos e eletrodomésticos, apesar do forte crescimento no ano anterior.

A FecomercioSP atribui a projeção de crescimento a diversos fatores que têm impulsionado a economia na região. Entre eles, destacam-se a redução da pressão inflacionária, a geração de empregos formais e a diminuição das taxas de juros, todos contribuindo para um aumento no consumo. Esses elementos têm aquecido a economia local, resultando em uma expectativa positiva para as vendas do varejo.

“Os estudos, tanto o nosso quanto a do FecomercioSP, revelam que o atual cenário de queda da taxa básica de juros (Selic), isto é, um menor custo do crédito, se configura como um incentivo de consumo para a população. Isso pode impactar em maiores vendas neste Dia dos Namorados e gerar crescimento na comparação com 2023”, ressalta Maria Clara Kirsch Junqueira, pesquisadora do Núcleo de Economia do Sincomercio de Araraquara.

Para conferir a análise completa, acesse www.sincomercioararaquara.com.br/nucleo-economia

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias