quinta-feira, 22, fevereiro, 2024

Fóruns da Semana da Cidadania LGBTQIA+ promovem debates sobre igualdade de direitos

Atividades foram realizadas ao longo da última semana no Centro de Referência e Resistência LGBTQIA+

Mais lido

Ao longo da última semana, o Centro de Referência e Resistência LGBTQIA+ “Nivaldo Aparecido Felipe de Miciano (Xuxa) recebeu quatro fóruns que integraram a Semana da Cidadania LGBTQIA+ de 2023, que contou com uma programação diversificada e abrangente com o objetivo de oferecer uma mistura de celebração, educação e reflexão, destacando a importância da igualdade de direitos e da diversidade em nossa sociedade.

Na segunda-feira (23), foi realizado o Fórum Negritude LGBTQIA+. Na quarta (25), foi a vez do Fórum Juventude e Velhices LGBTQIA+. Na quinta (26), a programação contou com o Fórum LGBTQIA+ e Religião e na sexta-feira (27), os debates foram concluídos com o Fórum Mulheres LBT.

A assessora de políticas LGBTQIA+ da Prefeitura, Lígia Buzolla, enalteceu a importância dos fóruns. “Na Semana da Cidadania LGBTQIA+, promovemos diversos momentos de troca, fortalecimento da comunidade e construção de novas estratégias de atuação através dos fóruns que ocorreram no Centro de Referência e Resistência LGBTQIA+. Esses fóruns se mostraram de muita importância, reunindo diversas camadas de nossa comunidade, que em conjunto, movimentam suas necessidades e demandas em busca do acesso aos seus direitos constantemente contestados”, avaliou.

A programação da Semana da Cidadania LGBTQIA+ foi aberta na última sexta-feira (20) no Plenário da Câmara Municipal de Araraquara, que sediou o Simpósio “Saúde integral da população LGBTQIA+”. No sábado, o Centro de Referência e Resistência LGBTQIA+ recebeu a Pré-Conferência de Cultura LGBTQIA+, que fomentou o diálogo entre sociedade civil e o poder público sobre as políticas públicas que englobam a comunidade LGBTQIA+ com foco no segmento cultural. A programação foi encerrada neste domingo (29), com a 14ª edição da Parada do Orgulho LGBTQIA+, que neste ano trouxe o tema “Família não é privilégio, é direito”.

A programação foi desenvolvida pela Prefeitura de Araraquara por meio da Secretaria de Cultura e Fundart, Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular, Assessoria Especial de Políticas LGBTQIA+, Centro de Referência e Resistência LGBTQIA+ e IST/AIDS e Hepatites Virais, em parceria com a Câmara Municipal de Araraquara, por meio do mandato da vereadora Filipa Brunelli, e + Plural Coletivo LGBTQIA+ Interseccional de Araraquara.

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias