sexta-feira, 1, março, 2024

Praga da laranja: Governo de SP retira mais de 9 mil mudas irregulares de circulação

De sete locais fiscalizados em Herculândia, quatro continham mudas sintomáticas para a doença chamada greening, que atinge pomares no estado

Mais lido

Nesta semana, o Governo de São Paulo, por meio da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA) e de sua Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA), retirou de circulação mais de 9 mil mudas de citros irregulares em Herculândia, na região oeste do Estado de São Paulo. A operação envolveu equipe técnica da CDA, que contou com apoio da Polícia Militar Ambiental e terminou na sexta-feira (10). No total, sete locais foram fiscalizados e, destes, quatro continham mudas cítricas sintomáticas para a doença chamada greening. Essa praga é a que mais ameaça a produção de laranja em todo o mundo, atinge todos os tipos de plantas cítricas e não tem cura.

A legislação em vigor estabelece medidas de defesa sanitária vegetal para coibir o comércio ambulante de mudas em São Paulo, em decorrência dos graves danos econômicos às lavouras e pomares comerciais que a prática gera. A Coordenadoria de Defesa Agropecuária ainda conduziu trabalhos de educação sanitária na região a fim de orientar os produtores.

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, anunciou no mês passado a criação de um comitê para tentar conter o avanço do greening em reunião com o setor da citricultura, no Palácio dos Bandeirantes.

O secretário de Agricultura e Abastecimento, Guilherme Piai, enfatiza que as fiscalizações vão ocorrer de forma sistemática como uma das frentes de combate ao greening em São Paulo e reiterou o compromisso com o setor.

“A citricultura representou US$ 1,54 bilhão em exportações para a economia de São Paulo até o mês de outubro, sendo o quinto colocado entre os mais exportados pela agropecuária paulista. Temos um compromisso de garantir segurança ao citricultor do Estado”, completou Piai.

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias