sábado, 15, junho, 2024

Prefeitura inicia programação da Semana Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade

Com o tema "Serpentes peçonhentas: da prevenção ao manejo seguro", atividades serão realizadas até domingo (9)

Mais lido

A Prefeitura de Araraquara, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, inicia nesta terça-feira (4) a programação da Semana Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, que celebra o Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado em 5 de junho.

A programação conta com o IV Encontro Intermunicipal de Fauna Sinantrópica, que conta com o tema “Serpentes peçonhentas: da prevenção ao manejo seguro”, que será realizado nesta terça (4) e quarta-feira (5), das 8h às 17h no Centro Municipal de Educação Ambiental (CMEA) Basalto, que fica na Av. São João, s/n, Jardim Pinheiros. 
A Semana é uma parceria entre a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Faculdade de Ciências Farmacêuticas e Instituto de Imunologia e Toxinologia (ITOX-Lab) da Unesp Câmpus de Araraquara, Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos da Unesp Câmpus de Botucatu, mediada pela Escola de Governo do Município. “No evento desta terça, teremos a participação de um pesquisador de reconhecimento internacional na área de estudos de venenos de animais peçonhentos, que é o Dr. Rui Seabra Ferreira Júnior, diretor do Cevap”, comentou o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Carlos Porsani.
O encontro, nos dois dias, terá início às 8h30, com uma palestra com o tema “Morfologia e identificação das serpentes peçonhentas brasileiras”. Às 10h, o tema abordado será “Epidemiologia e características gerais do ofidismo”, seguido de “Prevenção, primeiros socorros e tratamento aos acidentes ofídicos”, às 13h30. Às 15h, haverá uma atividade prática de manejo seguro de serpentes. “O encontro é voltado a profissionais do Centro de Controle de Fauna Sinantrópica e de Centros de Controle de Zoonoses, bem como profissionais ligados à área de saúde e meio ambiente da região”, explicou o coordenador executivo de Gestão Ambiental, Gelson Caldeira Dantas.

Na quarta, o mesmo treinamento será ministrado para a segunda turma de inscritos. “Esse treinamento será realizado pelos docentes e discentes do Centro de Estudos de Venenos e Animais Peçonhentos da Unesp (Câmpus de Botucatu) e do Instituto de Imunologia e Toxinologia (ITOX-Lab) da Unesp (Câmpus de Araraquara) com a colaboração dos técnicos da Secretaria de Meio Ambiente”, acrescentou Gelson.

Na quinta (6) e na sexta-feira (7), das 8h às 11h e das 14h às 17h, haverá recepção de escolas do ensino médio e fundamental para visitação aos viveiros e serpentários. “Teremos a visita dos alunos da Emef Professora Maria de Lurdes Silva Prado, Emef Vereador Edmilson de Nola Sá, Emef e Educação Integral do Campo Eugênio Trovatti e Emef do Campo Prof° Hermínio Pagotto, CE Alécio Gonçalves dos Santos, CEC Fundecitrus e Emef Prefeito Francisco Metidieri, do município de Nova Europa, que irão prestigiar a exposição Animais Peçonhentos”, relatou Alexandre Ferrari, professor responsável pelo Centro Municipal de Educação Ambiental.  No sábado (8) e domingo (9), das 8h às 11h e das 13h às 16h, haverá uma atividade aberta ao público, que poderá visitar os viveiros e serpentários.  “É uma excelente oportunidade para enriquecer os conhecimentos sobre a importância ecológica desses animais e desmistificar preconceitos, além de ser um momento de recreação e lazer para todos. As parcerias entre os órgão públicos e as universidades produzem frutos que melhoram a qualidade de vida da sociedade”, pontuou Valter Iost, gerente de Planejamento, Sustentabilidade e Educação Ambiental.

A Profª Drª Manuela Berto Pucca, do Laboratório de Imunologia e Toxinologia (ITox-Lab-Unesp), falou sobre a importância dessa interação. “Esta é uma oportunidade única para conhecer de perto algumas das criaturas mais intrigantes e, muitas vezes, mal compreendidas da nossa fauna. Os alunos irão encontrar serpentes peçonhentas e não-peçonhentas, descobrir a diferença entre esses répteis e ver de perto algumas das espécies, como a jararaca, a jiboia e a cascavél. Eles também poderão observar aracnídeos (aranhas e escorpiões), aprendendo as suas características e hábitos. Também poderão aprender sobre a ação dos venenos, precauções para evitar acidentes e como proceder em caso de envenenamento e, como os venenos desses animais são utilizados na produção de medicamentos”, explicou.

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (16) 99793-4283 e (16) 33310-4866 ou pelo e-mail cmea.basalto@educararaquara.com.

Serpentes peçonhentas: da prevenção ao manejo seguro

No ano de 2021, dentro das propostas de cooperação intermunicipal do Programa Município VerdeAzul, ocorreu o “I Encontro Intermunicipal de Fauna Sinantrópica”, no qual os municípios de Araraquara e Américo Brasiliense celebraram o Termo de Cooperação para o recebimento de animais peçonhentos (aranhas e escorpiões da fauna sinantrópica local) pelo Centro de Controle de Fauna Sinantrópica de Araraquara (CCFSA).

O Termo de Cooperação para o recebimento de animais peçonhentos tem como um dos objetivos a capacitação e treinamento dos profissionais e técnicos dos municípios que aderiram à iniciativa e propor um canal de comunicação entre os municípios visando a troca de saberes e novos encontros para mitigar os problemas ambientais evidenciados pelo aumento da fauna sinantrópica. Dando continuidade ao Termo de Cooperação, no ano de 2022, aderiram este termo os prefeitos de Araraquara, Macatuba, Iacanga, Américo Brasiliense, Trabijú, Gavião Peixoto, Boa Esperança do Sul e Ibitinga, no evento que ocorreu no Centro Municipal de Educação Ambiental (CMEA) de Araraquara, localizado no Parque Natural Municipal do Basalto (PNMB).

Neste ano de 2022, foi realizada a primeira capacitação denominada “Meio Ambiente e Fauna Sinantrópica” para os técnicos das áreas de Meio Ambiente e Saúde dos municípios participantes, ministrada pelos técnicos do CCFSA e organizada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade e Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Araraquara.

No ano de 2023, dando continuidade às ações do Termo de Cooperação, foi realizada no CMEA-Basalto a segunda capacitação intitulada “Meio Ambiente e Fauna Sinantrópica: Controle de escorpiões e manejo de gambás em áreas urbanas”, que contou com a participação de nove municípios e cerca de 50 profissionais e técnicos das áreas de Meio Ambiente e Saúde.

Agora em 2024, será realizado o “IV Encontro Intermunicipal de Fauna Sinantrópica”, reunindo profissionais e técnicos das áreas de Meio Ambiente e Saúde, cujo tema será “Serpentes Peçonhentas: da Prevenção ao Manejo Seguro”, que dará sequência aos estudos previstos no Termo de Colaboração.

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias