sábado, 15, junho, 2024

Aeroporto de Araraquara pode ter quatro voos diários da Azul a partir de outubro

Empresa anunciou a retomada das operações comerciais no Aeroporto Bartholomeu de Gusmão

Mais lido

A empresa de aviação Azul anunciou a retomada das operações comerciais no aeroporto Bartholomeu de Gusmão, em Araraquara, a partir de 14 de outubro deste ano. Atualmente, o aeroporto de Araraquara não recebe mais voos de linhas regulares.

Quatro horários diários

A rota entre Araraquara e Campinas, que já contou com voos diários operados pela mesma companhia em outras duas oportunidades desde 2013, agora contará com quatro voos diários. As operações serão feitas com aeronaves ATR, com capacidade para até 70 passageiros. A partir de Viracopos, os clientes terão conexões com outros 61 destinos, inclusive internacionais, como Orlando e Fort Lauderdale, nos Estados Unidos, Lisboa (Portugal) e Paris (França).

As vendas já estão disponíveis no site da Azul, na Central de Vendas ou nas agências de viagens parceiras.

Turismo reforçado

“Essa nova rota Campinas-Araraquara cria oportunidades para ampliarmos a promoção internacional de segmentos turísticos importantes na região, como os turismos de aventura e de negócios, além de impulsionar a economia local, com a geração de emprego no setor de turismo”, relata Marcelo Freixo, presidente da Embratur.

“A retomada dos voos regulares no aeroporto Bartholomeu de Gusmão vai aumentar ainda mais o potencial de atração de investimentos da nossa cidade e terá um impacto extremamente positivo, não apenas para o nosso município, mas também para a região. É um passo importante o desenvolvimento econômico regional. Por isso, nós trabalhamos muito para que os voos fossem retomados. Hoje, o município de Araraquara está preparado para restabelecer a conexão aérea com o Estado, com o País e com o mundo, considerando os voos internacionais que saem de Campinas. Agradeço a Azul, que é uma das maiores companhias aéreas do nosso país, por investir na nossa cidade”, destaca o prefeito Edinho Silva.

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias