quarta-feira, 17, julho, 2024

Após autorização do Presidente Lula, Prefeitura lança licitação da segunda fase das obras na Via Expressa

A primeira fase do projeto, que contempla a recuperação da canalização do Córrego da Servidão, sob a Via Expressa, já está em execução

Mais lido

A Prefeitura de Araraquara, após autorização do Presidente Lula no último dia 24 de maio, publicou, nesta quinta, dia 13 de junho, o edital da fase 2 da obra da Via Expressa. Essa nova licitação dá andamento ao processo que garantirá à população de Araraquara a maior obra de infraestrutura da sua história: o Plano de Macrodrenagem da Via Expressa e Reurbanização da Orla Ferroviária.

Nesse processo licitatório, o município selecionará empresa especializada que vai executar as obras de intervenção na canalização do Córrego do Ouro, cujo valor aprovado pelo convênio com o governo federal é de R$ 57.483.831,83.

Este investimento faz parte de um montante de R$ 143 milhões liberados pelo governo Lula, por meio da Caixa Econômica Federal, com contrapartida do município de 1%, ou seja, R$ 1.430.000,00. Estes recursos garantirão a execução do projeto composto de cinco fases, que vai resolver os sérios problemas de alagamentos em áreas sensíveis da cidade e proporcionar estrutura para o desenvolvimento urbano sustentável para os próximos 100 anos, segundo estudos de especialistas.

No último dia 24 de junho, o Presidente Lula, acompanhado de ministros, esteve em Araraquara para a assinatura da Ordem de Serviço para início da fase 1, que está em execução, e contempla a recuperação da canalização do Córrego da Servidão, sob a Via Expressa. O valor da licitação foi fechado em R$ 6.800.000,00 e a empresa vencedora já iniciou os trabalhos, com prazo previsto de execução de 180 dias. Na oportunidade, o Presidente Lula autorizou a licitação dessa nova fase.

No aviso de publicação de licitação lançado nesta quinta, a Prefeitura marcou para o próximo dia 25 de julho a abertura das propostas das empresas interessadas em assumir a segunda fase do Plano de Macrodrenagem. A partir da conclusão da licitação desta segunda fase, será assinada Ordem de Serviço para início de mais uma etapa.

A partir daí, na terceira fase das obras na Via Expressa será realizada obra na travessia na SP-310 do Córrego do Ouro, com valor previsto de R$ 13.085.478,80; na quarta fase, a construção das lagoas de retenção das águas das chuvas, com valor de 57.718.193,35 previstos no convênio com o governo federal e, por último, na quinta fase, as obras de microdrenagem Via Expressa, com valor previsto em R$ 5.854.548,51.

“A primeira fase está em execução e partimos para a segunda fase, que é uma das maiores desse projeto. Estamos caminhando com o processo para resolver um problema histórico de Araraquara, que são as enchentes na Via Expressa. Mais uma vez, agradeço ao povo que acredita no nosso trabalho e reforço que o apoio da população é fundamental para que a gente continue trabalhando muito, fazendo com que nossa cidade cresça, se desenvolva e resolva seus problemas”, afirmou o prefeito Edinho.

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias