quinta-feira, 29, fevereiro, 2024

Araraquara realiza 2ª edição do Cortejo das Águas de Oxalá neste domingo (21)

A atividade faz parte do Calendário Oficial de Eventos do Município de Araraquara por meio da Lei Ordinária nº 10744 e marca o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa instituído pela Lei Federal nº 11.635, de 2007

Mais lido

Neste domingo (21), a cidade de Araraquara realiza a 2ª edição do Cortejo das Águas de Oxalá, com concentração no Parque Infantil, a partir das 09h, e destino na Igreja Santa Cruz. A atividade faz parte do Calendário Oficial de Eventos do Município de Araraquara por meio da Lei Ordinária N°10.744, de 22 de março de 2023, de autoria do vereador Guilherme Bianco e também marca o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa instituído pela Lei Federal nº 11.635, de 2007. Também neste dia, é celebrado o “Dia Mundial da Religião”, uma iniciativa proposta pela Assembleia Espiritual Nacional em 1949.

O evento, que é uma realização do Terreiro de Umbanda Caboclo Vira Mundo e Boiadeiro da Estrada e do grupo Religiosos de Matrizes Africanas de Araraquara, conta com o apoio da Prefeitura de Araraquara, por meio da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Participação Popular, Coordenadoria Executiva de Políticas Étnico-Raciais e do Centro de Referência Afro “Mestre Jorge”.

A concentração do cortejo será no Parque Infantil a partir das 9h, com destino a Igreja Santa Cruz, onde haverá acolhida e bênção dos participantes, além de cantos e saudações. Os organizadores sugerem que os participantes usem roupas brancas e, se possível, levem flores brancas.

A coordenadora de Políticas Étnico-Raciais, Alessandra Laurindo, destacou a relevância simbólica do evento e da data como um ponto crucial no enfrentamento à intolerância religiosa. “A Mãe Gilda representa um ícone na luta contra a intolerância religiosa. A ialorixá Gildásia dos Santos e Santos enfrentou inúmeros ataques ao longo de sua vida devido à sua fé. Além das agressões que resultaram em sua trágica morte, sua imagem foi difamada em um jornal. A data de seu falecimento, 21 de janeiro, é reconhecida como o Dia de Luta Contra a Intolerância Religiosa desde 2007”.

Laurindo ressalta que o evento é parte integrante do calendário municipal. “É nossa esperança que Araraquara se torne um exemplo de respeito mútuo e convivência harmoniosa entre as diferentes religiões. Que em nossa comunidade, a paz sempre prevaleça, superando qualquer sentimento de ódio”.

Sobre a cerimônia de águas de Oxalá

Sobre Oxalá: Oxalá, também conhecido como Obatalá, Orixaalá, Orixanlá, é criado por Olodumaré à Sua semelhança. Este Orixá é venerado como o detentor do pano branco, símbolo da cor branca, que incorpora todas as cores do espectro do arco-íris em uma harmoniosa união. Essa mistura representa a Paz, pois a união é intrinsecamente ligada à Paz e à Harmonia.

Oxalá é o Criador do ser humano e de todas as formas de vida. Ele governa sobre o pensamento, a inteligência e as ideias. Simboliza a ética, a moral, os bons costumes, a superioridade, a fidelidade, os valores, a pureza e a ordem espiritual. Oxalá é a personificação pura da sabedoria, a síntese de tudo, e está presente em cada ser humano.

A cerimônia das águas de Oxalá remonta à mitologia Iorubá (Ketu/Nagô): O velho pai, conhecido como babá, Oxalá, teria sido erroneamente preso e humilhado, graças às artimanhas de Exu. No entanto, foi resgatado por Xangô, o rei de Oyó, que decretou absoluto silêncio no reino como expiação. Oxalá foi então banhado três vezes com águas puras e envolto em panos brancos como parte do processo de purificação e restabelecimento da paz.

SERVIÇO:

2° Cortejo das Águas de Oxalá

Concentração: Parque Infantil

Chegada: Igreja Santa Cruz

Data: domingo (21 de janeiro)

Horário: a partir das 9h

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias