quinta-feira, 18, julho, 2024

Eliana Honain: “As mulheres estão preparadas para liderar”

“A nossa cidade não pode viver retrocessos. Não podemos perder esse momento de atração de investimentos que está reservado para nós”, ressalta a pré-candidata à Prefeitura

Mais lido

Por José Augusto Chrispim

Dando prosseguimento às entrevistas com os pré-candidatos e pré-candidatas à Prefeitura de Araraquara, a reportagem de O Imparcial conversou nesta semana com a pré-candidata do Partido dos Trabalhadores, Eliana Honain. A ex-secretária de Saúde municipal se afastou do cargo para concorrer ao Executivo nas próximas eleições que acontecem em outubro. A petista possui 38 anos de experiência como gestora pública, sendo 16 anos como Secretária de Saúde nas quatro gestões do prefeito Edinho Silva (PT).

Eliana Aparecida Mori Honain nasceu em 30 de abril de 1961, em Araraquara. Ela, que é filha do mecânico Amalffi Mori e da dona de casa Luiza Pelícola Mori, formou-se em 1983 no curso de Enfermagem pela Universidade de São Paulo (USP). Eliana é casada com o médico Eduardo Honain.

Pré-candidatos à Prefeitura

A candidata do PT vem liderando as intenções de votos na cidade em levantamentos recentes. Além dela, outros quatro nomes aparecem como pré-candidatos, à Prefeitura de Araraquara, são eles: Luis Claudio Lapena Barreto (PL), Marcos Garrido (PSD), Pedro Tedde (Novo) e Edna Martins (PSDB).

Veja a entrevista na íntegra:

O Imparcial: Qual é a sua maior motivação para concorrer à Prefeitura de Araraquara?

Eliana: “Minha maior motivação é o desejo de continuar servindo e cuidando da nossa população, aprimorando a qualidade dos serviços públicos, especialmente na saúde, educação e manutenção dos programas sociais já implementados. Após a pandemia, após equilibrarmos todos os gastos que fomos obrigados a fazer para enfrentar a doença e salvar vidas, R$ 122 milhões de recursos próprios, quero aprimorar as nossas políticas públicas de manutenção da cidade, quero, pessoalmente, me dedicar a isso.

Penso que Araraquara está vivendo um bom momento, por termos portas abertas no governo federal e estadual, por estamos atraindo muitos investimentos, resolvendo graves problemas estruturais como as enchentes. Quero atrair mais empresas para a cidade, gerar mais empregos para o nosso povo. Eu sou filha de um pequeno empresário da nossa cidade, sei o quanto os pequenos empresários sofrem. Quero apoiar muito os nossos comerciantes, pequenos e médios empresários. Vou desenvolver um programa para a revitalização dos nossos corredores comerciais.

Quero poder potencializar ainda mais programas sociais de apoio a quem mais precisa como o Bolsa Cidadania, que hoje atende a 1.557 famílias, o Frentes da Cidadania, que oferece uma nova oportunidade de recomeço para 400 pessoas, o Jovem Cidadão, que proporciona o primeiro emprego para 804 estudantes, e o Filhos do Sol, que acolhe 240 jovens em situação de vulnerabilidade com bolsa auxílio e cursos profissionalizantes. Também destaco os Apoiadores no Combate à Dengue e à Covid, que impactaram 1.443 famílias na época. Implementei, enquanto Secretária de Saúde, o Consultório na Rua, serviço que cuida das pessoas em situação de rua. O serviço já fez cerca de 500 atendimentos e os resultados deste trabalho são excelentes, pois 25 pessoas aceitaram tratamento em clínicas de reabilitação de outros municípios que mantêm convênio com a Prefeitura, 30 aceitaram acolhimento na Associação São Pio, também parceira do município, e outras 10 pessoas retornaram para a residência de familiares, totalizando 65 pessoas fora da situação de rua. São programas, projetos e serviços que transformam a vida das pessoas. Todos eles serão muito fortalecidos. 

Uma cidade para ser pacífica tem que investir em programas sociais. Para que Araraquara continue sendo uma das melhores cidades do Brasil para se viver, e uma das mais seguras, quero trabalhar muito para fortalecer a nossa Guarda Municipal e aumentar as nossas parcerias com as nossas polícias. Segurança pública receberá toda a minha atenção. 

Com 38 anos de experiência como gestora pública, sendo 16 anos como Secretária de Saúde nas quatro gestões do prefeito Edinho, acredito que posso contribuir significativamente para o desenvolvimento da cidade e o bem-estar da nossa comunidade”.

O Imparcial: Você acredita em uma eleição polarizada entre PT e PL, ou vê espaço para uma terceira via com chances de vitória?

Eliana: “Ainda estamos no período de pré-campanha e o cenário não está definido. A população busca cada vez mais alternativas que realmente representem seus interesses e necessidades. Acredito que uma candidatura baseada em propostas sólidas, diálogo, verdade e não em ataques e ódio, tem chances reais de vitória. Minha candidatura seguirá esse caminho, desejando eleições de alto nível, com paz e respeito. Não vou atacar ninguém, só quero defender propostas para o nosso povo”. 

O Imparcial: Além de você, outra mulher deve concorrer à Prefeitura neste ano em Araraquara, mais outras duas foram escolhidas como vice-prefeitas. Como você vê a participação das mulheres na política hoje no país?

Eliana: “A participação das mulheres na política é essencial e está crescendo, o que é extremamente positivo. Ainda enfrentamos muitos desafios, mas cada vez mais mulheres estão ocupando espaços de poder e decisão, trazendo novas perspectivas e fortalecendo a democracia. As mulheres estão preparadas para liderar”. 

O Imparcial: Além da Federação que já está formada para a sua candidatura, você acredita que outras legendas ainda podem aderir à sua campanha?

Eliana: “Sim, acredito que outras legendas possam se unir à nossa campanha. Estamos abertos ao diálogo e buscamos alianças que compartilhem nossas propostas – prezando pela democracia, uma cidade mais humana e igualitária -, e que estejam comprometidas com o desenvolvimento de Araraquara. A união de diferentes forças políticas pode fortalecer nossa proposta de governo, que é continuar cuidando de Araraquara. A nossa cidade não pode viver retrocessos. Não podemos perder esse momento de atração de investimentos que está reservado para nós”. 

O Imparcial: Você acredita que a ligação entre o presidente Lula e Araraquara através do atual prefeito Edinho Silva será mantida, caso você seja eleita? Como você vê a sua relação com o presidente?

Eliana: “A ligação entre o presidente Lula e Araraquara será mantida. Minha relação com o presidente é de respeito e parceria e tenho certeza de que ele continuará apoiando iniciativas que beneficiem a cidade. Tenho recebido muito apoio do Presidente Lula. O prefeito Edinho mantém uma relação estreita com o governo federal, essencial para implementar projetos e programas que tragam melhorias concretas para a população. Essa relação – Eliana, Edinho e Lula -, vai estar muito forte a partir de 25. 

Conseguimos diversas emendas e recursos significativos, incluindo R$ 60 milhões para o programa Saúde Cidadã para zerar a fila de cirurgias, exames e consultas represados durante a pandemia, e quase R$ 40 milhões para reformas nas UPAs e unidades de saúde. Ainda na saúde, conquistamos R$1,5 milhão para melhorias no setor de Urgência e Emergência da Santa Casa e para a construção de 2 salas cirúrgicas na nova sede do serviço de oftalmologia no “Hospital de Olhos” da Santa Casa. Além disso, conquistamos R$ 143 milhões para a obra de macrodrenagem, que vai resolver os problemas de enchentes da Via Expressa e de toda a bacia do Córrego do Ouro – essa obra mudará a nossa cidade -, e ainda R$ 18 milhões para o maior pacote de recapeamento da história de Araraquara. 

São mais R$ 13.042.052,28 para obras na área de Desenvolvimento e Assistência Social com cinco novos equipamentos e uma reforma; mais R$ 44.596.174,26 para 20 obras na Educação. É o maior volume de investimentos da história de Araraquara.

Não podemos esquecer da ótima relação que o prefeito Edinho tem também com o Governo Estadual. Durante a pandemia de Covid-19, a parceira com o ex-governador João Dória foi muito sólida e muito importante para o êxito das nossas ações de combate ao Covid, e já em 2023, o prefeito Edinho conseguiu junto ao governador Tarcísio, recursos de mais de R$ 5 milhões para recuperar a avenida 36 e demais vias destruídas pelas fortes chuvas de dezembro.

Minha participação na construção e implementação do Sistema Único de Saúde em Araraquara desde a década de 80 e a gestão eficiente durante a pandemia de Covid-19, levando Araraquara a se tornar referência no enfrentamento ao vírus e em salvar vidas, me tornaram reconhecida em todas as esferas do governo, tanto federal, quanto estadual, o que é fundamental para conseguir mais recursos para a cidade. Eu não tenho dúvidas que esse diálogo e parceria com o presidente Lula e com o governo do Estado, governador Tarcísio, continuarão caso eu seja eleita”.

O Imparcial: Mesmo estando inelegível, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) mantém uma certa força política sobre o eleitorado. Você acredita que isso pode interferir nas eleições em Araraquara favorecendo os candidatos da direita?

Eliana: “A população de Araraquara está mais interessada em propostas concretas e na capacidade de gestão dos candidatos. Nosso foco será apresentar soluções viáveis e eficientes para os desafios da cidade, independentemente das forças políticas em jogo. A população reconhece os feitos do prefeito Edinho, especialmente os programas sociais como Bolsa Cidadania, Frentes da Cidadania, Filhos do Sol, Jovem Cidadão, as nossas Cooperativas, entre tantos outros. Além de programas sociais, o governo Edinho já entregou 116 obras que somam R$ 128.810.075,95 em investimentos. Em execução, a prefeitura tem 60 obras, com investimento de R$ 109.513.427,41; outras 43 obras, que representam R$ 103.479.216,04 em licitação e outras 128 em fase de projeto com investimento previsto de R$ 519.582.281,87. 

É um governo que trabalha muito para cuidar das pessoas. Por isso que Araraquara não quer retrocessos, quer avançar e temos todas as condições para fazer muito mais, com um trabalho sério e com uma gestão que enfrenta os desafios para continuar cuidando das pessoas e da cidade”.

O Imparcial: O que o araraquarense pode esperar de Eliana Honain, caso você vença a eleição?

Eliana: “O araraquarense pode esperar uma gestão comprometida, transparente e eficiente, que cuidará de toda a cidade. Minha prioridade será sempre as pessoas, como fiz durante a pandemia. Vou manter e ampliar os programas sociais e iniciativas do prefeito Edinho como o Centro Municipal de Referência do Autismo, as praças sustentáveis espalhadas em diversos bairros, a instalação da praça inclusiva no Parque Pinheirinho, acessível para pessoas com deficiências, o Consultório de Rua, o Centro Dia do Idoso, e as melhorias nas áreas de saúde e educação.

Continuaremos investindo em serviços públicos, infraestrutura, esporte, cultura, atração de empresas e incentivo ao cooperativismo. Araraquara será uma cidade ainda mais moderna e bem cuidada. Se eleita, meu governo será participativo, promovendo diálogo constante com todos os cidadãos para construir uma Araraquara mais justa, igualitária e humana. Vamos continuar entre as melhores cidades do Brasil para se viver (Araraquara ficou como a 12ª do Brasil para se viver no levantamento realizado pelo jornal Gazeta do Povo e 2ª entre as cidades com mais de 200 mil habitantes). Também somos umas das mais seguras do Brasil. Segundo o Atlas da Violência divulgado neste mês, Araraquara tem a menor taxa de homicídios do país entre as cidades com população acima de 200 mil habitantes e a oitava considerando todos os municípios do Brasil”, finalizou a pré-candidata.  

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias