terça-feira, 16, abril, 2024

Orselli retorna para Araraquara após conquistas no Mundial de Natação Master no Catar

Antonio Carlos Orselli ganhou 8 medalhas e agora soma 23 medalhas em oito mundiais disputados

Mais lido

O nadador Antonio Carlos Orselli, de 81 anos, retornou para Araraquara nessa quinta-feira (7), após conquistar 4 medalhas de ouro na cidade de Doha, no Catar, onde disputou o Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2024 da World Aquatics (antiga FINA). O atleta foi recebido pela esposa Neusa, familiares e amigos da natação. 

Orselli avaliou como muito positiva a participação neste campeonato. “Foi uma satisfação muito grande. Esse foi meu oitavo campeonato e o meu desempenho foi dentro da melhor expectativa”, afirmou.

Ele destacou que a equipe deu o seu melhor para bater o recorde mundial na prova de revezamento 4×50 medley. “O recorde mundial que a gente bateu no revezamento por 4×50 medley foi fantástico, pois foi o único recorde mundial da equipe toda do Brasil que estava lá. Nós melhoramos o recorde de uma equipe americana por 6 segundos. Numa prova de 200 metros, é um absurdo de tempo de diferença”. 

O experiente nadador reforçou que agora se prepara para a disputa de um campeonato brasileiro. “Nossa expectativa agora é ganhar o campeonato brasileiro em Catanduva. Vai ter um campeonato brasileiro de piscina curta em junho e a equipe Orselli Nadadores vai com tudo para tentar trazer o título brasileiro para cidade”.

Resultados no Catar 

Na sexta-feira (1), o nadador levou duas medalhas de ouro ao vencer a prova de revezamento 4×50 livre e 4×50 medley, este último com recorde mundial. A equipe era formada por José Orlando Loro, Paulo Motta e Nelson Filho. Na quarta-feira (28), ele já havia ganhado medalha de ouro na prova de 50 peito. Orselli também levou o ouro nos 100m peito em prova disputada no dia 27 de fevereiro. 

O nadador, que integra a Associação Brasileira de Master de Natação (ABMN), disputou o Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2024 da World Aquatics (antiga FINA) com aproximadamente 3.500 atletas de todo o mundo. Vale destacar que o atleta soma agora 23 medalhas em oito mundiais disputados.

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias