segunda-feira, 20, maio, 2024

Polícia Militar prende acusado de caso do feminicídio em Matão

A operação contou com a participação de 12 policiais militares da 4ª Cia de Matão

Mais lido

Uma tragédia que chocou os moradores do distrito de Matão, em São Lourenço do Turvo, ganhou um novo capítulo com a prisão do acusado. No domingo, dia 25 de fevereiro, a comunidade foi surpreendida pela descoberta do corpo de Geny Pereira de Azevedo, de 41 anos, em sua residência na Rua José Borsetti. O corpo da vítima apresentava uma perfuração no tórax, indicando ter sido atingido por uma arma branca.

Nesta quinta-feira (11), sob o comando do 1° tenente Ferraz, policiais militares realizaram uma operação em uma propriedade rural de São Lourenço do Turvo, para cumprir um mandado de prisão temporária, após investigação da Polícia Civil, sob o comando do delegado Dr. Alexandre de Lima, que pediu a prisão temporária do acusado. O alvo da operação é William Teixeira, de 27 anos, acusado do feminicídio de Geny. Willian tem passagem por tráfico de drogas em Taquaritinga.

A operação contou com a participação de 12 policiais militares da 4ª Cia de Matão, resultando na prisão do ex-companheiro da vítima.

Segundo informações da Polícia Civil, o casal viveu junto por alguns anos, entre idas e vindas. 

Ele foi conduzido e apresentado na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) ainda na manhã desta quinta-feira, onde foram tomadas medidas cabíveis em relação ao caso, encaminhando o preso para a cadeia.

Segundo apurado, durante a prisão do acusado, ele teria dito que a causa do feminicídio seria pelo por ciúmes e por um suposto envolvimento da vítima com uma outra pessoa. A princípio, os dois não estavam mais juntos no momento do crime. 

(Com informações do site Fala Matão)

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias