quinta-feira, 18, julho, 2024

Quarta (19): atividades da Semana Luís Antonio estarão na Faculdade de Ciências e Letras UNESP

“Esperança Garcia: Vozes que ecoam”, “Para dar o nome #emcacos” e “Crítica teatral: poética do olhar, reflexão e disponibilidade para estar junto” estão na programação

Mais lido

Na quarta-feira, 19 de junho, as atividades da 36ª Semana Luís Antonio Martinez Corrêa se concentram no Anfiteatro A da Faculdade de Ciências e Letras – Unesp, com programação a partir das 19h. Serão apresentadas: a performance “Esperança Garcia: Vozes que ecoam” (classificação 12 anos) e a leitura dramática “Para dar o nome #emcacos” (classificação 16 anos).

Lembrando que à tarde, às 14h, há a continuidade da residência artística “Crítica teatral: poética do olhar, reflexão e disponibilidade para estar junto”, com Guilherme Diniz (Belo Horizonte/MG), no Auditório da Biblioteca da Faculdade de Ciências e Letras – Unesp.

Os ingressos gratuitos serão distribuídos na entrada do anfiteatro, uma hora antes do início das atividades. A Faculdade de Ciências e Letras, Câmpus de Araraquara, UNESP, está localizada na Rodovia Araraquara Jaú, km 1, no Campus Ville.

A Semana Luís Antonio Martinez Corrêa é uma realização da Secretaria Municipal de Cultura e Fundart, Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Governo do Estado de São Paulo, com gestão e produção da APAA. Tem o apoio do Sesc Araraquara, do Senac, do Sesi, da Unesp, da PROEC – Pró Reitoria de Extensão Universitária e Cultura, da FCLAr – Faculdade de Ciências e Letras, do Programa de Pós Graduação em Estudos Literários e do CAC – Centro Ação Cultural.

Esperança Garcia: Vozes que ecoam – “Esperança Garcia: Vozes que ecoam”, com concepção e performance de Luana dos Santos Guimarães, tem como fio condutor a carta de Esperança Garcia, o documento mais antigo de reivindicação de uma pessoa escravizada a uma autoridade. A performance busca explorar temas como identidade, poder, resistência e memória, fomentando reflexões sobre as vozes historicamente silenciadas e questionando quem realmente detém o poder de narrar a história.

A classificação é de 12 anos e duração de 25 minutos.

Para dar o nome #emcacos – Nesta segunda apresentação de “Para dar o nome #emcacos”, a artista Patrícia Assunção faz um mergulho em si, para experimentar sua mais profunda essência.

Trazendo seus três textos autorais que busca fazer fluir o que está dentro de cada um de nós, no fundo, o desconhecido. Trazendo luz aos sentimentos que nos confundem, e faz com que tomemos cada vez mais distância do que realmente importa, nossa conexão mais sincera conosco.

O público é convidado a participar como protagonista desta leitura dramática, que também será apresentada no dia 16 de junho, no Teatro Municipal, às 17 horas.

A classificação é de 16 anos, com duração de 15 minutos.

SERVIÇO:

36ª Semana Luís Antonio Martinez Corrêa

Dia: quarta-feira (19 de junho)

Local:Faculdade de Ciências e Letras, Câmpus de Araraquara, UNESP (Rodovia Araraquara Jau, km 1 – Campos Ville)

·         Programação:

19h: Performance “Esperança Garcia: Vozes que ecoam” (Araraquara/SP) – Classificação:12 anos

Local:Anfiteatro A da Faculdade de Ciências e Letras, Câmpus de Araraquara, UNESP (Rodovia Araraquara Jaú, km 1 – Campus Ville)

19h: Leitura-dramática “Para dar o nome #emcacos” (Araraquara/SP) – Classificação: 16 anos

Local: Anfiteatro A da Faculdade de Ciências e Letras, Câmpus de Araraquara, UNESP (Rodovia Araraquara Jaú, km 1 – Campus Ville)

14h às 17h: Crítica teatral: poética do olhar, reflexão e disponibilidade para estar junto – com Guilherme Diniz (Belo Horizonte/MG)

Quando: 14, 17, 19 e 21 de junho 

Local: Auditório da Biblioteca da Faculdade de Ciências e Letras, Câmpus de Araraquara, UNESP (Rodovia Araraquara Jaú, km 1 – Campus Ville)

Programação gratuita

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias