sexta-feira, 1, março, 2024

Região Central gera mais de 4,7 mil empregos formais no 3º trimestre

Por setores da economia, houve acréscimos da ocupação na construção (2,6%), na agricultura, pecuária e pesca (1,5%), no comércio (1,2%), nos serviços (1,1%) e na indústria (0,8%)

Mais lido

A Região Administrativa Central criou 4.725 empregos com carteira de trabalho assinada no 3º trimestre de 2023 no Estado de São Paulo, alta de 3% em relação ao trimestre imediatamente anterior, segundo a pesquisa Emprego Formal, da Fundação Seade, com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Na variação por setores da economia, em relação ao trimestre anterior, os novos postos de trabalho se distribuíram por agricultura, pecuária e pesca (7,1%), construção (0,9%), serviços (1,1%), comércio (1%) e indústria (0,9%).

No Estado de São Paulo foram criados 156.334 empregos formais no terceiro trimestre do ano, crescimento de 1,2% em relação ao trimestre imediatamente anterior. Na comparação com o mesmo período de 2022, são 396.975 postos de trabalho a mais, crescimento de 3,0%.

Por setores da economia, houve acréscimos da ocupação na construção (2,6%), na agricultura, pecuária e pesca (1,5%), no comércio (1,2%), nos serviços (1,1%) e na indústria (0,8%).

Entre admitidos e desligados, as ocupações com maiores saldos positivos foram: alimentador de linha de produção (20.350), faxineiro (11.742), servente de obras (10.890), auxiliar de escritório (9.246), atendente de lojas e mercados (7.657). Aquelas com maiores saldos negativos foram: operador de telemarketing ativo e receptivo (-4.294), supervisor administrativo (-2.991), operador de telemarketing receptivo (-1.617), gerente administrativo (-1.415) e gerente de loja e supermercado (-1.384).

Veja os dados por Regiões em: https://trabalho.seade.gov.br/wp-content/uploads/sites/13/2023/11/seade-trabalho-aumenta-emprego-formal-estado-terceiro-trimestre-2023.pdf

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias