quinta-feira, 29, fevereiro, 2024

Sábado (25) tem Campanha de Adoção de Animais no Parque Infantil

No momento, aproximadamente 600 animais estão disponíveis para adoção, aguardando uma chance de ter um espaço onde possam receber e também doar amor e carinho

Mais lido

O próximo sábado (25) é dia de Campanha de Adoção de Animais no Centro de Adoção Permanente Cão Gabriel, localizado no Parque Infantil. A campanha, que acontecerá das 9h30 às 13h, é realizada pela Prefeitura Municipal de Araraquara por meio da Coordenadoria de Bem-Estar Animal da Chefia de Gabinete, e conta com cães e gatos, adultos e filhotes, também tem o objetivo de promover e alertar para a adoção responsável.

No momento, aproximadamente 600 animais estão disponíveis para adoção, aguardando uma chance de ter um espaço onde possam receber e também doar amor e carinho.

O Centro de Adoção Permanente “Cão Gabriel” está localizado no Parque Infantil, que fica na Av. São Geraldo, s/nº, entre as Ruas 3 e 4, no Centro da cidade.

Ação permanente

As Campanhas de Adoção de Animais já se tornaram tradicionais em Araraquara, mas é importante frisar que a adoção não é feita somente nessas ações. Os interessados em adotar um bichinho de estimação podem se dirigir diretamente aos abrigos onde ficam os cães e gatos disponíveis para adoção na cidade.

A Coordenadoria de Bem-estar Animal tem sua sede no Parque do Pinheirinho e atende de segunda a sexta-feira, das 7h às 14h, enquanto o Canil Siciliano fica na Av. Antônio Orlando, 541, Jardim Brasília, e tem seu atendimento realizado de  segunda a sexta, das 8h às 11h e das 13h às 16h30. Quem preferir agendar a visita pode entrar em contato pelo Whatsapp do canil, que é o 98877-7604.

Como adotar

Para adotar um animalzinho, o interessado deve ser maior de 18 anos e levar documentos pessoais, assim como comprovante de endereço. No caso da adoção de gatos é necessário levar caixa de transporte, já para cachorros é essencial portar coleira e guia.

Para esta campanha, será levada uma pequena parte do total de animais, com todos saudáveis, castrados e vacinados. Os interessados devem ter alguns cuidados e a consciência de que o animal vive em média 15 anos e, sendo assim, em algum momento da vida necessitará de cuidados médicos veterinários. Entre os cuidados destacam-se: ter abrigo, alimentação adequada e manutenção da vacina anual para proteção de doenças infectocontagiosas que os animais possam vir a ter.

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias