quinta-feira, 29, fevereiro, 2024

“Saúde na Praça” atende 1,7 mil pessoas em 81 pontos de Araraquara

Programa disponibiliza para a população a prática gratuita de exercícios físicos com a supervisão de profissionais qualificados

Mais lido

O programa “Saúde na Praça”, que visa oferecer gratuitamente para a população exercícios físicos com a supervisão de profissionais qualificados, divulgou seu balanço do ano com a marca de 1.772 pessoas atendidas em 81 pontos da cidade, em 11 modalidades. O programa é uma iniciativa da Prefeitura de Araraquara por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer.

O programa abrange participantes com idade a partir de 17 anos, porém procura atender preferencialmente a terceira idade. As modalidades de exercício oferecidas são ginástica geral, ginástica laboral, ritmos, ginástica artística para idosos, hidroginástica para idosos, hidroginástica, tai chi chuan, yoga, dança de salão, fisioterapia e Lian Gong.  

Bruno Marcos Castilho de Castro, gestor do Saúde na Praça, destaca que o programa tem cumprido seu propósito de promover a saúde por meio de atividades físicas. “Consideramos o ano de 2023 positivo para o Programa Saúde na Praça, realizamos duas avaliações do programa por ano, uma no primeiro semestre e outra no segundo, através de um questionário com os alunos, e conseguimos atingir nossas metas. O índice de satisfação foi superior a 90% e conseguimos melhorar a saúde e a qualidade de vida da grande maioria dos alunos”, revelou. 
O gestor deixou seus agradecimentos a todos que transformam o programa em realidade. “

Gostaria de agradecer a todos os profissionais da Prefeitura de Araraquara que nos auxiliaram com o planejamento, estruturação e divulgação do Programa, à secretária de Esportes e Lazer, Milena Malheiros Pavanelli, e a todos os profissionais da secretaria que nos auxiliaram na administração e execução do programa, aos administradores da empresa Sibeale, nossa parceira, e claro, a todos os nossos professores pela dedicação e qualidade inquestionável do serviço prestado e a nossos alunos pela dedicação e carinho que tem demonstrado. Gostaria ainda de desejar a todas as pessoas envolvidas no Programa e a todos os nossos alunos um Feliz Natal e Feliz Ano Novo e que possamos em 2024 continuar proporcionando saúde e contribuir com a melhoria da qualidade de vida de nossos alunos”, comentou.
Bairros atendidos

A modalidade que mais conta com pontos de prática na cidade é a ginástica geral, oferecida em 33 polos, que atendem um total de 625 pessoas. Esses pontos de prática estão localizados no Carmo, Hortências, Jardim Santa Lúcia, Santa Angelina (SABSA), São Geraldo, Selmi Dei, Jardim Santana, Jardim Imperador, Jardim Marivan, Jardim Brasília, Jardim Botânico, Jardim Pinheiros, Jardim Paraíso, Jardim Cruzeiro do Sul, Jardim Maria Luiza, Adalberto Roxo, CEAR, Centro Dia, Casa de Acolhimento São Pio, Vila Vicentina, Jardim das Laranjeiras 1 e 2, Assentamento Bela Vista, Melhado, AAEE, Lar São Francisco, Lar Nosso Ninho, Instituto de Cegos Santa Luzia, AAVida e Jardim Brasil.

A ginástica laboral é oferecida para 172 servidores da Prefeitura, RH e Sesmt, Meio Ambiente e Trânsito, Centro Pop, Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, CREAS, Secretaria de Esportes e Lazer e Segurança Alimentar.

A aula de ritmos, hoje com 152 alunos, acontece em 13 pontos, localizados no Yolanda Ópice, Jardim Botânico, Jardim das Laranjeiras 2, Jardim Santa Lúcia, Jardim Pinheiros, Jardim Imperador, Cecap, Jardim Santa Clara, Valle Verde, Jardim Brasília, Assentamento Monte Alegre, Jardim Indaiá e Vale do Sol.

O Tai chi chuan envolve 157 alunos, que praticam as aulas no Residencial Alamedas, Cear, Valle Verde, Praça do Daae, Victório De Santi, Melhado, Jardim Paulistano, Jardim Brasil e Jardim Marivan.

Com 131 alunos, a yoga é oferecida no Hortências, Yolanda Ópice, Vale do Sol, Cecap, Recanto Feliz, Centro de Referência da Mulher, Jardim Brasília e Centro Dia. A fisioterapia, que conta com nove alunos, é oferecida na Casa de Acolhimento São Pio (feminino).

A ginástica artística para idosos conta com 110 alunos que realizam suas atividades no Cear (Ginásio Weenis Dias Macieira), enquanto a hidroginástica para idosos, realizada na Associação Araraquarense de Engenharia, Arquitetura e Agronomia, no Jardim Botânico, envolve 84 alunos nos períodos da manhã e tarde.

Já a hidroginástica convencional, oferecida no Pinheirinho e na Associação Araraquarense de Engenharia, Arquitetura e Agronomia, abrange 301 alunos, enquanto a dança de salão envolve 10 alunos no Cear.

O lian gong conta com três pontos na cidade: Vila Melhado (Teatro de Arena), praça da Escola Antônio Lourenço Corrêa (Vila Xavier) e Praça do Jardim Paulistano, com 37 pessoas atendidas. Vale destacar que a ginástica laboral e a fisioterapia não são abertas ao público. A ginástica laboral é oferecida aos servidores da Prefeitura e a fisioterapia para algumas instituições.

Mais números do programa

O programa “Saúde na Praça” também divulgou uma avaliação geral do programa, com dados coletados entre 1º de novembro e 18 de dezembro, mostra que 94% do público atendido é composto por mulheres, com apenas 6% de homens. Outro dado que ajuda a entender o perfil das pessoas atendidas pelo programa mostra que 51% é formado por pessoas com mais de 60 anos, enquanto 26% é de pessoas de 50 a 59 anos; 16% de pessoas de 40 a 49 anos; 6% de 30 a 39 anos; e 1% de 20 a 39 anos.

Sobre o tempo dessas pessoas como alunos do programa, o balanço aponta que 57% frequenta há mais de 1 ano, com 13% frequentando entre seis meses a um ano; 11% entre três e seis meses; 14% entre um e três meses; e 5% estão há menos de um mês.

A mesma pesquisa aponta que 95% dos participantes do programa percebem uma melhora na saúde após iniciar as aulas e 97% relataram melhora do condicionamento físico. Além disso, 95% tiveram melhora das habilidades motoras, 84% perceberam melhora na saúde mental e 93% tiveram melhora nas dores no corpo ou articulações.

Sobre a avaliação dos professores do programa, 95% apontaram como ótimos e 5% como bons, enquanto as avaliações de regulares e bons não tiveram votos. Um total de 92% avaliam as aulas como ótimas e 8% como boas e nenhum aluno votou nas opções de regulares ou ruins.

O programa terá uma paralisação na próxima semana por conta do recesso do funcionalismo público e retornará no dia 2 de janeiro, após o meio-dia. Somente a hidroginástica do Pinheirinho retorna no dia 9. Mais informações sobre o projeto Saúde na Praça podem ser obtidas pelo telefone (16) 3303-2708.

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias