quinta-feira, 18, julho, 2024

Sexta (21): noite com apresentações no Teatro Municipal

“Diálogos Absurdos” e “capim-limão”: apresentações têm início às 19h30; à tarde tem a continuidade da residência “Crítica teatral” na FCL-Unesp

Mais lido

Na sexta-feira, 21 de junho, a programação da noite se concentra no Teatro Municipal: às 19h30 tem a intervenção “Diálogos Absurdos”, com a 23ª Turma do Curso Técnico em Teatro do Senac (Araraquara/SP) e classificação livre; depois, às 20h, tem o espetáculo “capim-limão”, com Sol da Meia Noite (Araraquara/SP) e classificação para 16 anos.

Vale lembrar que, à tarde, às 14h, há a continuidade da residência artística “Crítica teatral: poética do olhar, reflexão e disponibilidade para estar junto”, com Guilherme Diniz (Belo Horizonte/MG), no Auditório da Biblioteca da Faculdade de Ciências e Letras – Unesp.

Os ingressos gratuitos para as atividades no Teatro Municipal, serão distribuídos na bilheteria do próprio teatro, uma hora antes do início das atividades.

A Semana Luís Antonio Martinez Corrêa é uma realização da Secretaria Municipal de Cultura e Fundart, Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Governo do Estado de São Paulo, com gestão e produção da APAA. Tem o apoio do Sesc Araraquara, do Senac, do Sesi, da Unesp, da PROEC – Pró Reitoria de Extensão Universitária e Cultura, da FCLAr – Faculdade de Ciências e Letras, do Programa de Pós Graduação em Estudos Literários e do CAC – Centro Ação Cultural.

“Diálogos Absurdos” – A intervenção “Diálogos Absurdos”, com a 21ª Turma do Curso Técnico em Teatro do Senac Araraquara, será realizada no saguão do Teatro. Neste exercício cênico, os alunos do Curso Técnico em Teatro transitam entre o público buscando interações, trazendo humor, ironia e explorando as fronteiras entre o riso, o absurdo e a realidade.

Personagens mergulham em um jogo de absurdos e paradoxos, explorando as profundezas das condições humanas. 

O elenco apresenta: Morgana dos Anjos, Nicole Prado, Let Silva, Patrícia Oliveira, Lia Nascimento, Érica Oliveira, Matheus Silva, Dhea Pires, Vick Morg, Eduarda Laurindo, Luís Raposos, Gabriel Nicolas, Nathiele França, Brenda Guerreiro.

A classificação é livre, com duração de 20 minutos.

“capim-limão” – Na continuação de “despedida”, Sol Negro e Noite Abissal reaparecem do outro lado do oceano, vivas e ávidas para borrar os limites entre natureza e cultura, entregar à Obaluaiê um ebó de cura e pedir para que aprendamos a respirar junto com a Terra.

A classificação é de 16 anos, com duração de 50 minutos.

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias