domingo, 25, fevereiro, 2024

SP concentra 34,8% do Valor da Transformação Industrial nacional

Dois setores ampliaram sua contribuição no indicador do ranking paulista

Mais lido

Dados do Seade Informa revelam que dois segmentos industriais do território paulista ampliaram sua contribuição no Valor de Transformação Industrial (VTI) nacional. De acordo com apontamentos do estudo referente ao território paulista, o setor de produtos químicos aumentou 4,3 pontos percentuais (passando de 43,1% para 47,4%); e o de impressão e reprodução de gravações avançou 0,3% (de 42,0% para 42,3%) na indústria nacional.

A estudo ainda aponta que entre 2007 e 2021, a fatia do Estado de São Paulo no VTI nacional passou de 40,8% para 34,8%. Entre os setores que experimentaram variações menores figuram equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos – de 41,7% para 41,2%; e veículos automotores, reboques e carrocerias, de 55,0% para 54,3%.

Aparecem entre os maiores recuos o setor de biocombustível, passando de 67,7% para 25,5%; máquinas, aparelhos e materiais elétricos (de 55,9% para 38%); celulose e produtos de papel (de 45,4% para 28,5%); vestuário e acessórios (38,7% para 22,9%); e produtos de metal (de 48,3% para 33,7%).

De acordo com o estudo do Seade, parte da explicação para a queda da participação do Estado de São Paulo no VTI nacional pode estar associada à produtividade. Enquanto a produtividade industrial dos demais estados cresceu 10,1%, a da indústria paulista aumentou 1,2%.

Painel da Indústria Paulista

O Seade disponibilizou recentemente, de forma gratuita, o Painel da Indústria Paulista. A plataforma consolida uma série histórica abrangendo quase duas décadas do Valor de Transformação Industrial que abrange 24 segmentos para os municípios do Estado. Trata-se de um completo panorama, permitindo consultas por regiões, cidades, setores, entre outros recursos.

Além do ineditismo de informações detalhadas, que podem ser extraídas por municípios e regiões compreendendo um período extenso, há também como recurso a possibilidade de comparar o VTI paulista ante os demais estados, contrapondo indicadores referentes a categorias como pessoal ocupado, produtividade e salário médio.

Para saber mais sobre o painel acesse https://industria.seade.gov.br/  

VTI
O Valor da Transformação Industrial (VTI) corresponde à diferença entre o valor bruto da produção industrial (VBPI) e o custo com as operações industriais (COI). O VBPI é a soma das vendas de produtos e serviços industriais, variação dos estoques dos produtos acabados e em elaboração, e produção própria realizada para o ativo imobilizado. Já o COI está ligado diretamente aos custos da produção industrial, ou seja, é o resultado da soma do consumo de matérias-primas, materiais auxiliares e componentes, da compra de energia elétrica, do consumo de combustíveis e peças e acessórios; e dos serviços industriais e de manutenção e reparação de máquinas e equipamentos ligados à produção prestados por terceiros.

Sobre o Seade
Há mais de 40 anos, o Sistema Estadual de Análise de Dados é referência nacional na produção e disseminação de análises e estatísticas socioeconômicas e demográficas de São Paulo.

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias