sexta-feira, 23, fevereiro, 2024

Câmara entrega duas homenagens do Diploma de Atuação na Política sobre Drogas 2022 

Cabo PM Gilvaneuza Montoza e professor e poeta Tadeu Marcato tiveram trajetórias reconhecidas no Legislativo pelos trabalhos de prevenção e reabilitação de usuários

Mais lido

Duas homenagens do Diploma de Atuação na Política sobre Drogas, referentes ao ano de 2022, foram entregues pela Câmara Municipal de Araraquara na segunda-feira (11). A cabo PM Gilvaneuza Maria da Conceição Montoza e o professor e poeta Tadeu Marcato tiveram suas trajetórias reconhecidas pelo Legislativo. 

O diploma é entregue para pessoas que tenham se destacado profissionalmente ou prestado relevantes trabalhos de prevenção quanto ao uso de drogas ou de reabilitação de usuários. A indicação é feita dentre as sugestões apresentadas por entidades, associações, sociedade civil, secretarias e conselhos municipais. Para a edição de 2022 foram indicadas quatro pessoas. Em deliberação dos vereadores no Plenário, os dois homenageados foram escolhidos. 

A honraria para Gilvaneuza Montoza foi entregue no gabinete da Presidência, no período da tarde. A homenageada tem 25 anos de atuação na Polícia Militar.  

Gilvaneuza concluiu o curso de formação de docência do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) e ministra aulas para 3.500 alunos de 21 escolas estaduais, municipais e particulares de Araraquara. O programa orienta crianças e adolescentes sobre os efeitos nocivos das drogas. 

“Essa parceria do Legislativo e do Executivo com a Polícia Militar é muito importante. Ela está de parabéns por esse trabalho. É uma pessoa que faz o que gosta. E hoje nós a estamos homenageando”, destacou o presidente da Câmara Municipal, Paulo Landim (PT). 

O tenente-coronel César Alexandre Januário Alves Cardeal, comandante do 13º Batalhão de Polícia Militar do Interior (que fez a indicação da homenageada), ressaltou as ações desenvolvidas pela policial. “Com o trabalho do Proerd, a gente começa desde pequeno, com os adolescentes, as crianças, trabalhando um a um e mostrando a eles o que é certo e o que é errado, o que a droga faz na vida da pessoa. E a cabo Montoza trabalha com maestria. Tem uma didática excelente junto às crianças”, disse Cardeal. 

Representando a Prefeitura, a gerente de Educação Permanente em Saúde, Poliana Aliane, também parabenizou a homenageada por seu trabalho. “Embora a Saúde tenha uma atuação intensiva em relação às pessoas que já sofrem pela dependência de drogas, álcool e tabaco, a gente sabe que a prevenção tem que começar cedo, na infância. Feita essa abordagem de forma assertiva e carinhosa com as crianças, isso tem um potencial fantástico”, analisou. 

Gilvaneuza agradeceu ao Legislativo. “O reconhecimento do nosso trabalho é maravilhoso. A Polícia Militar está sempre à frente do Proerd. Nós somos uma família que tem que cuidar das nossas crianças. Elas têm um amor incondicional pela gente. É um amor inocente, sincero. E a gente fica muito feliz quando fica sabendo que eles tomaram a decisão certa e sabem as consequências negativas do uso das drogas”, relatou a policial. 

Também estiveram presentes o comandante da 3ª Cia. do 13º BPM/I, capitão Adilson José Gardim, e o sargento Gilson Montoza, esposo da homenageada. 

O poder das palavras 

O professor e poeta Tadeu Marcato recebeu sua homenagem em Sessão Solene no Plenário da Câmara, na noite de segunda-feira. Tadeu é vice-diretor da Escola Estadual “Angelina Lia Rolfsen”, do Cecap, e desenvolve desde 2018 o projeto “A poesia e a Filosofia como ferramentas para a emancipação do indivíduo com foco na prevenção à dependência química”. 

É autor de seis livros, entre eles “Maiêutica poética” (2015), “Descompasso” (2016), “Descanso do caos” (2017), “O dia em que Dionísio tirou Apolo para dançar” (2021) e “Concreto Armado ou A Imanente liberdade dos pardais” (2023). 

Em 2019, ele lançou a “Antologia poética ALR (EE Angelina Lia Rolfsen)”, fruto de um trabalho realizado em sala de aula com alunos do ensino médio. No mesmo ano, colocou em prática o projeto “Poesofia crônica na prevenção” na rede municipal de ensino. Tadeu integra o coletivo intitulado “Sons – Cultura como prevenção”, que conta ainda com Matheus Caracho e Willian Chacal. 

O evento de entrega da honraria foi presidido pelo vereador Alcindo Sabino (PT), que recordou sua relação de amizade com Tadeu e relatou a importância do trabalho feito pelo homenageado. 

“O Tadeu vem com essa diferença, que é trazer o que ele tem de melhor: a questão da poesia, da literatura, da arte, da filosofia. Ele faz essa construção toda, lança os livros, faz esse trabalho junto aos jovens e à sociedade. É importante falar de onde nós viemos e qual o nosso papel. A sociedade, muitas vezes, precisa ouvir sobre essa situação, mas finge que a coisa não acontece. É preciso falar, escrever, agir, ser poeta. Obrigado por existir, Tadeu Marcato”, declarou Alcindo. 

“Você nos emociona com sua trajetória de vida, nos encanta com toda a potência das palavras, e te indicar para esse Diploma de Atuação na Política sobre Drogas de 2022 nunca fez tanto sentido. É como se a gente pudesse, mesmo que simbolicamente, fazer a reparação histórica aos excluídos deste país”, disse a vereadora Fabi Virgílio (PT), responsável pela indicação da honraria a Tadeu.  

O homenageado falou sobre sua história de superação, que inclui um período de dependência química, a internação para reabilitação e a dedicação à carreira de professor e poeta, com destaque ao livro “Antologia poética ALR”.  

“Tem filósofos que trataram sobre a angústia. E a minha proposta era fazer esse link: o quanto a angústia não compreendida dentro de você pode te levar a uma busca por amenizar essa angústia, e essa busca pode ser o uso de uma substância. E o quanto esse uso pode levar a um uso abusivo e uma consequente dependência química. Foi um orgulho ver isso lançado na Casa da Cultura com um monte de alunos e os pais assistindo”, relatou Tadeu. 

A Sessão Solene, que também contou com presenças de familiares e amigos de Tadeu Marcato, foi transmitida ao vivo pela TV Câmara. O vídeo ainda pode ser assistido na íntegra pelo Facebook e pelo YouTube

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias