segunda-feira, 27, maio, 2024

Inscrições para Prêmio André Braz 2024 se encerram neste sábado (20)

No dia 30 de abril, no site da Prefeitura Municipal de Araraquara e no Centro de Referência Afro, será divulgada a lista dos homenageados selecionados

Mais lido

Estão abertas até este sábado (20) as indicações para a edição 2024 do Prêmio André Braz, premiação que homenageia anualmente dez homens negros – pretos e pardos –, que tenham se destacado na defesa e na promoção da igualdade, da justiça social e da dignidade da pessoa humana, no combate ao racismo, às desigualdades raciais e sociais. O prêmio tem como objetivo a valorização dos homenageados no contexto da cidadania.

Para inscrição, a sociedade araraquarense em geral – autoridades, entidades, conselhos municipais, organizações da sociedade civil, comerciários e empresários – deve enviar as indicações pelo e-mail aepir@araraquara.sp.gov.br. A ficha de inscrição encontra-se disponível no link bit.ly/andrebraz2024.

A indicação deve conter nome completo, foto do indicado, contato (telefone, WhatsApp) e um breve currículo que justifique o motivo da homenagem. No caso do homenageado ser falecido, é preciso colocar o contato do familiar que poderá representá-lo.

A definição dos homenageados será feita mediante a escolha, pela maioria dos integrantes do Conselho Municipal de Combate à Discriminação e ao Racismo (Comcedir), bem como pelo mapeamento étnico social realizado pela Coordenadoria Executiva de Políticas Étnico-Raciais. Serão avaliados o compromisso racial, social e a interatividade comunitária dos indicados. Em caso de empate, o critério decisório será o geracional.

No dia 30 de abril, no site da Prefeitura Municipal de Araraquara e no Centro de Referência Afro, será divulgada a lista dos homenageados selecionados para receberem o Prêmio André Braz. A cerimônia de entrega da Premiação será no dia 13 de maio, na Casa SP Afro Brasil “Oswaldo da Silva Bogé”.

André Luis Braz

André Luis Braz foi músico, mestre de bateria, e compartilhou sua experiência com as escolas de samba de Araraquara por mais de 20 anos. Foi fundador e idealizador da Associação dos Amigos Afrodescendentes de Araraquara e Região (ACAAAR), sempre com o objetivo de fortalecer os laços da comunidade negra, bem como valorizar a cultura afro.

Empenhou-se para que fossem incluídas no calendário oficial de eventos do município de Araraquara as festividades que envolvem a Comunidade do Samba ao Brilho da Luz de Vela, a Quarta Nobre, o Encontro Afrodescendente, em homenagem a “Zumbi dos Palmares”, a Copa Zumbi dos Palmares e a disputa da Meia Maratona (21 km), a serem realizados na Semana da Consciência Negra, no mês de novembro de cada ano.

Não conseguiu ver todos os seus projetos realizados – vários estão em andamento – faleceu precocemente em 8 de março de 2015. Através de seus esforços dentro da comunidade e na sociedade araraquarense, desenvolvia um trabalho que foi referência para todos e deixou uma lacuna na luta pela igualdade racial.

Homenagem a Pércio Damázio

O mês de maio foi escolhido para a cerimônia, pois é em homenagem à data de nascimento do presidente de honra do prêmio, que é o Sr. Pércio Damázio, antigo morador da Vila Xavier, que nasceu em 1º de maio de 1928, e faleceu no dia 8 de dezembro de 2023 aos 95 anos, tendo vivido 75 anos de matrimônio com Dona Ivone Damázio.

Era aposentado da Companhia Paulista de Estrada de Ferro e sempre se dedicou ao esporte amador de Araraquara. Foi diretor e técnico do time de futebol da Atlética da Vila Xavier.

A partir da década de 1970, Sr. Pércio incorporou às tradições atleticanas uma escola de samba que passou a fazer parte das manifestações carnavalescas da cidade de Araraquara, a ponto de ter seu nome colocado em um samba-enredo da agremiação, como justa homenagem pelo seu entusiasmo e disposição para defender a Atlética. Foi reconhecido por todos do movimento social negro como um grande entusiasta e incentivador da cultura negra araraquarense.

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias