sábado, 15, junho, 2024

Saúde inicia aplicação da vacina monovalente contra a Covid-19

Novo imunizante, atualizado com a subvariante Ômicron XBB 1.5, está disponível para crianças de 6 meses a menores de 5 anos e pessoas dos grupos prioritários

Mais lido

A Prefeitura de Araraquara, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, iniciou nesta quarta-feira (29), a aplicação da vacina monovalente (XBB) da Moderna contra a Covid-19, em todas as 37 unidades da rede de saúde do município, das 8h às 16h, e na unidade do Sesa, das 8h às 15h.

O novo imunizante, atualizado com a subvariante Ômicron XBB 1.5, está disponível para crianças de 6 meses a menores de 5 anos, mesmo aquelas que já têm esquema vacinal completo, e para as pessoas que fazem parte dos grupos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde (confira a relação abaixo).

Para esses grupos prioritários, o imunizante da Moderna está liberado, independentemente do número de doses prévias de vacina contra a Covid-19, desde que cumpram o intervalo mínimo de três meses da última dose (esquema básico ou reforço).

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde e Secretaria da Saúde do Estado, a monovalente da Moderna também pode ser aplicada em pessoas que nunca receberam nenhuma vacina contra a Covid.

Para receber a dose, basta procurar qualquer uma das unidades de saúde munidos de documento pessoal e carteira de vacinação da Covid-19.

Por conta do feriado de Corpus Christi nesta quinta-feira (30) e do ponto facultativo nas repartições públicas nesta sexta-feira (31), o atendimento nas unidades de saúde será retomado na segunda-feira (3), às 8 horas.

Grupos prioritários

Além das crianças de 6 meses a menores de 5 anos, a vacina monovalente contra a Covid-19 está sendo aplicado nos seguintes grupos prioritários:

– Pessoas de 60 anos ou mais;

– Pessoas imunocomprometidas;

– Gestantes e puérperas;

– Pessoas vivendo em instituições de longa permanência (ILPI e RI) e seus trabalhadores;

– Indígenas;

– Ribeirinhos;

– Quilombolas;

– Trabalhadores da saúde;

– Pessoas com deficiência permanente;

– Pessoas com comorbidades;

– Pessoas privadas de liberdade (≥ 18 anos);

– Funcionários do sistema de privação de liberdade;

– Adolescentes e jovens cumprindo medidas socioeducativas;

– Pessoas em situação de rua.

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias