segunda-feira, 20, maio, 2024

Câmara vota bolsa-auxílio a atiradores do Tiro de Guerra em vulnerabilidade social

Esse e outros dez projetos estão previstos para a Ordem do Dia da Sessão Ordinária nesta terça-feira (30)

Mais lido

Com a previsão inicial de debate e votação de 11 projetos, os vereadores da Câmara Municipal de Araraquara se reúnem na tarde desta terça-feira (30), a partir das 15 horas, com transmissão ao vivo pela TV Câmara (canal 17 da Claro/Net, YouTube e Facebook da Câmara, além do Facebook de dois portais de notícias da cidade – AraraquaraNews e RCIA Araraquara).

Projeto da Prefeitura institui o Programa de Atendimento aos Atiradores em Estado de Vulnerabilidade do Tiro de Guerra de Araraquara. A vulnerabilidade definida no programa é caracterizada como renda familiar inferior ou igual a três salários mínimos. Os atiradores que atendam aos requisitos do programa receberão bolsa pecuniária de R$ 500. Em contrapartida, participação de programas e campanhas educacionais e comunitárias, bem como atividades laborais de interesse público.

Com articulação do vereador Guilherme Bianco (PCdoB), os vereadores votam a abertura de crédito de R$ 100 mil para custeio e investimento na aquisição de instrumentos musicais, materiais de consumo e serviços junto à Banda “Chiquinha Gonzaga”, da Emef Henrique Scabello (Parque das Hortências). O recurso é resultado de emenda parlamentar da deputada estadual Leci Brandão (PCdoB).

Para debater, realizar palestras, encontros e discutir os temas propostos, há dois projetos que tratam da criação de fóruns temáticos: Setembro Amarelo – Prevenção ao Suicídio, com autoria de Luna Meyer (MDB) e Alcindo Sabino (PT), e Política e Cidadania, de Luna Meyer e Aluisio Boi (MDB).

Outros quatro projetos tratam da liberação de recursos no orçamento municipal em execução, somando pouco mais de R$ 8 milhões:

– R$ 542 mil para o Departamento Autônomo de Água e Esgotos (Daae), em despesas com serviços de monitoramento, serviços de tecnologia da informação, obrigações tributárias e contributivas e serviços de manutenção de áreas verdes dos próprios do Daae;

– R$ 1.186.924,73 para continuidade da obra de reforma e ampliação do Cemitério dos Britos;

R$ 2.400.185,47 para a Secretaria Municipal da Educação, na aquisição de materiais de didáticos pedagógicos para educação infantil e fundamental, além da elaboração de Projeto Básico e Executivo de Arquitetura e Engenharia para obras de reforma e ampliação de unidades escolares;

– R$ 4.111.140,84 para despesas de manutenção dos serviços/unidades de saúde e aquisição de insumos e medicamentos para a rede pública de Saúde.

Dois projetos tratam da concessão de honrarias:

– Cidadão Araraquarense ao senhor Pastor Isaías José da Silva. Iniciativa do vereador Lucas Grecco (PRD);

– Diploma de Honra ao Mérito à Cooperativa de Trabalho e Serviços de Alimentação Panelas Unidas, que atua nos restaurantes populares da cidade de Araraquara. Iniciativa do vereador Guilherme Bianco.

E há ainda um projeto que altera a Lei que institui o Programa Araraquara 2050, propondo alterações e inclusões nos representantes do comitê de acompanhamento do programa.

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias