sexta-feira, 23, fevereiro, 2024

Com técnico e quatro atletas do Sesi Araraquara, basquete do Brasil é ouro no Pan

Seleção Brasileira superou a Colômbia na final do torneio realizado no Chile

Mais lido

O Brasil sagrou-se bicampeão consecutivo e pentacampeão alternado do basquete feminino dos Jogos Pan-Americanos, que neste ano foram realizados em Santiago, capital do Chile. A Seleção Brasileira derrotou a Colômbia por 50 a 40 na noite do último domingo (29) no Poliesportivo 1, e conquistou a medalha de ouro.
Na final, o Brasil não pôde contar com Manu, que levou uma pancada no joelho direito, e Maria Albiero, que fraturou o metacarpo da mão direita, ambas na semifinal contra a Argentina.
A partida foi bem mais tensa que os confrontos da primeira fase. O Brasil venceu o primeiro quarto por 23 a 15. Com as defesas mais eficientes que os ataques, o duelo foi para o intervalo com apenas 32 a 23. Com os dois times errando muito, o terceiro período teve apenas 6 a 6 na parcial e o Brasil seguia vencendo, com 38 a 29, mas com baixo aproveitamento no ataque. No último período, o ataque funcionou um pouco melhor, apesar do nervosismo, e o Brasil conquistou a vitória por 50 a 40.
O Brasil estava no Grupo B, com Colômbia, Venezuela e México. Venceu todos os duelos. E depois da primeira fase, pegou a Argentina nas semifinais. Após o bicampeonato do Pan, nossa Seleção feminina mira agora o Pré-Olímpico Mundial de 8 a 11 de fevereiro, em Belém, no Ginásio Mangueirinho, quando enfrenta Austrália, Sérvia e Alemanha. Três países vão avançar aos Jogos Olímpicos de Paris 2024.
Atual campeão brasileiro e bicampeão paulista, o Sesi Araraquara esteve muito bem representado na Seleção Brasileira. Neste torneio, a equipe foi comandada por João Camargo, treinador do Sesi Araraquara, que substituiu o treinador efetivo da Seleção, José Neto.
Além do treinador, o Sesi Araraquara também contou com quatro jogadoras na disputa: a armadora Débora Costa, as alas Gabriella Sossô e Emanuely de Oliveira e a pivô Aline Moura. Além desses nomes, o projeto de basquete feminino da Seleção Brasileira tem à sua frente a araraquarense Roseli Gustavo, ex-jogadora da Seleção, que atualmente é diretora de basquete feminino da Confederação Brasileira de Basketball (CBB) e presidente da Fundesport.

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias