sexta-feira, 23, fevereiro, 2024

Saiba o que está na pauta das duas sessões da Câmara Municipal nesta terça (28) 

Em Sessão Extraordinária, às 14h45, LOA 2024 passa por segunda votação

Mais lido

Os vereadores terão duas sessões da Câmara Municipal de Araraquara nesta terça-feira (28), ambas com transmissão ao vivo pela TV Câmara (canal 17 da Claro/Net), pelo Facebook e pelo YouTube

A primeira delas, às 14h45, é uma Sessão Extraordinária para segunda votação da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2024, que estima as receitas e fixa as despesas do Município de Araraquara em R$ 1.441.062.000,00 para o próximo ano. Na semana passada, o projeto da LOA foi aprovado em primeira votação, junto com 50 emendas ao projeto original — 15 emendas de autoria de Filipa Brunelli (PT), 14 de Fabi Virgílio (PT), 13 de Alcindo Sabino (PT) e oito de Guilherme Bianco (PCdoB). 

Na sequência da votação do Orçamento de 2024, será iniciada a Sessão Ordinária, que prevê 15 itens na Ordem do Dia. 

Projeto da Prefeitura institui a Política Municipal de Atendimento ao Refugiado e ao Imigrante. Uma indicação de autoria de Fabi Virgílio vai ao encontro da proposta apresentada pelo Executivo. 

Segundo a Prefeitura, Araraquara também experimenta o fenômeno da imigração nas suas políticas públicas. Da média de 30 atendimentos realizados semanalmente na sede da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Participação Popular, 20 são de pautas vinculadas à pessoa imigrante. Na Rede Municipal de Educação, em dados de fevereiro deste ano, o número de imigrantes atendidos chega a 53.  

Imigrantes e refugiados de países como Venezuela, Afeganistão, Ucrânia, Paraguai e Cuba vêm para a cidade em busca de trabalho nas áreas de construção civil, comércio e serviços. Também buscam residência em Araraquara muitos estudantes estrangeiros atrás de oportunidades em universidades locais, como a Universidade Estadual Paulista (Unesp). 

Outro projeto da Prefeitura pede autorização da Câmara para que seja contratada operação de crédito junto à Caixa Econômica Federal, até o valor de R$ 15 milhões, por meio do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa), para obras gerais de infraestrutura urbana e saneamento, obras civis e aquisição de equipamentos. 

Também em iniciativa do Executivo, é solicitada autorização dos vereadores para corrigir o quantitativo dos cargos de Monitor de Esporte e Lazer e de Monitor de Educação Física e para alterar os integrantes que compõem o Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais

A abertura de créditos ao Orçamento é assunto de outros quatro projetos: R$ 1.240.000 para o Departamento Autônomo de Água e Esgotos (Daae); R$ 425.355,70 para manutenção das atividades de diversas secretarias municipais; R$ 14.000,00 e R$ 20.704.602,48 para folha de pagamento dos servidores das secretarias municipais da Educação e da Saúde e manutenção das atividades; e R$ 8.461,80 para as entidades sociais Lar e Internato Otoniel de Camargo e Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Araraquara. 

Os recursos do Lar e Internato Otoniel de Camargo, no valor de R$ 1.635,65, são oriundos de emenda parlamentar do deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP). No caso da Apae Araraquara, o valor de R$ 6.826,15 é de emenda do deputado federal Carlos Zarattini (PT-SP). 

Iniciativa da vereadora Fabi Virgílio institui e inclui no Calendário Oficial de Eventos do Município de Araraquara o “Dia Municipal do Cuidado com Práticas Integrativas e Complementares (PICs)”, a ser celebrado anualmente no dia 19 de agosto. As PICs são recursos terapêuticos que buscam a prevenção de doenças e a recuperação da saúde, com ênfase na escuta acolhedora, no desenvolvimento do vínculo terapêutico e na integração do ser humano com o meio ambiente e a sociedade. 

Quatro projetos na pauta da sessão tratam da criação de Fóruns Municipais sobre diversos temas. Todos são de iniciativa da vereadora Luna Meyer (PDT), acompanhada de outros vereadores a cada tema: Fórum Municipal de Vigilância em Saúde; da Síndrome de Down; de Mulheres Empreendedoras e na Ciência — com Alcindo Sabino, Filipa Brunelli e Fabi Virgílio —; e de Direito do Consumidor — com Alcindo Sabino e Aluisio Boi (MDB). 

Esses fóruns têm como objetivos promover debates, fomentar a divulgação de informações referentes a cada um dos temas, realizar seminários, mesas redondas, cursos e workshops, além de produzir e distribuir conteúdo educativo, entre outras ações. 

Haverá ainda duas participações na Tribuna Popular, tendo como temas limpeza pública e pavimentação e a situação trabalhista e salarial dos vigilantes patrimoniais que prestam serviços às empresas de segurança contratadas pela Administração Municipal. 

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias