sábado, 15, junho, 2024

Nova sede do Centro de Referência do Idoso de Araraquara (Cria) será entregue neste sábado (25)

Solenidade terá a participação do ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Márcio Macêdo

Mais lido

Neste sábado (25), às 10h, será realizada a solenidade que marcará a entrega da sede própria do Centro de Referência do Idoso de Araraquara (Cria) “José Quitério”, que fica na Rua Comendador Hélio Morganti, esquina com a Avenida Dom Bosco, no Quitandinha. A cerimônia contará com a participação do ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Márcio Macêdo.

A obra, que teve o investimento de R$ 2.834.418,63, é uma demanda eleita na Plenária Temática dos Idosos no Orçamento Participativo. O novo espaço, que tem 1.200 metros quadrados, conta com recepção, salas de atendimento, banheiros, vestiários, sala de reunião, almoxarifado, salas administrativas, copa/refeitório, consultórios médicos, sala de curativo, consultório de enfermagem, ginásio e área de convivência externa.
O Centro de Referência do Idoso de Araraquara completou 30 anos em 2023 e é vinculado à Coordenadoria Executiva de Assistência Especializada da Secretaria Municipal da Saúde. Foi inaugurado em 1993 e funcionava em um imóvel alugado localizado na Rua Itália, 1009, no Carmo.

O Cria oferece um serviço especializado em geriatria e gerontologia, que conta com uma equipe multidisciplinar voltada no bem-estar da pessoa idosa, focado na promoção e na prevenção da saúde, no tratamento, na reabilitação das funções e na socialização. As atividades oferecidas incluem grupo de convivência, geriatria, psiquiatria, fonoaudiologia, enfermagem, serviço social, fisioterapia, nutrição, psicologia e educação física por meio de parceria com a Secretaria de Esportes e Lazer. Os serviços são realizados de forma individual, em grupo e por meio da visita domiciliar. O Cria atende idosos encaminhados pela rede pública de saúde e conta com mais de 10 mil pacientes cadastrados.

O homenageado

Filho de Rozeno Quitério e Eliza Furian Quitério, José Quitério nasceu no dia 2 de novembro de 1926, em Arraial dos Sousas, Campinas-SP. Casou-se com Olga de Castro Quitério, em 11 de outubro de 1948, e teve três filhos: Luiz Roberto Quitério, Marli Quitério da Silva e Sonia de Jesus Quitério. Foi avô de cinco netos: Alexandre, Adriane, Simone, Cibele e Priscila; e bisavó de 3 bisnetos: Yuri, Yara e Rael.

Carpinteiro de vida simples e cozinheiro nato, amava futebol e música. Apaixonado por Araraquara, tinha orgulho de ter ajudado a construir vários locais da cidade, sendo um dos mais comentados o Teatro Municipal. Para ele, envelhecer era um privilégio. Por isso, sempre dizia: “Não sou velho, nessa fase sou sábio e feliz”. José Quitério faleceu em 27 de setembro de 2010.

Atenção ao idosos

A região central do Estado tem 12,93% de sua população com 65 anos ou mais, segundo dados do Censo 2022 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE); o índice fica acima da taxa nacional, que é de 10,9%. Em Araraquara, são 31.683 pessoas com 65 anos ou mais. Araraquara também é o município com mais centenários em toda a região central do Estado, segundo o Censo 2022: são 39 pessoas com 100 anos ou mais entre os moradores, o que representa 0,016% da população do município, que tem 18,76% da sua população idosa. Há ainda 1.120 pessoas com idade entre 90 e 99 anos em Araraquara. Entre 80 e 89 anos, são 5.639 pessoas em Araraquara.
Entre as ações do Governo Edinho voltados à população idosa, se destacam a realização da Conferência Municipal do Idoso, para a elaboração do Plano Municipal de Políticas Públicas para a Pessoa Idosa; a posse dos integrantes do Conselho Municipal do Idoso; a realização dos Jogos Municipais da Melhor Idade (JOMMI); aulas de ginástica, lian gong e zumba em diferentes pontos da cidade; sessões de hidroginástica e hidroterapia via Secretaria de Saúde; dança de salão, bocha, coreografia, vôlei adaptado e atletismo no Centro de Convivência do Idoso; comemorações do Dia Municipal do Idoso (1º de outubro); três academias da Saúde no Adalberto Roxo, Acapulco e Cruzeiro do Sul; além de serviços voltados exclusivamente aos idosos, como o Centro de Referência do Idoso de Araraquara (Cria); o Centro Dia do Idoso, no Carmo; o Centro de Convivência do Idoso (Fundo Social); três praças do Idoso no Parque Infantil, Carmo e Vila Xavier; Conjunto Habitacional Recanto Feliz, na Vila Xavier, com 33 casas; e a Vila Dignidade, no Cecap, com 20 moradias.

Ministro Márcio Macêdo

Márcio Costa Macêdo é biólogo, professor e técnico em rádio e TV, com graduação em ciências biológicas e mestrado em desenvolvimento e meio ambiente pela Universidade Federal de Sergipe. Baiano de nascimento, construiu sua carreira profissional e sua trajetória política em Sergipe, onde é professor concursado da Secretaria de Estado da Educação.

Foi deputado federal por Sergipe nos mandatos de 2011-2015 e 2019-2023. Na Câmara dos Deputados, ocupou a vice-liderança do PT e integrou o Grupo de Trabalho sobre atualização do Código Florestal Brasileiro. Presidiu e foi relator da Comissão Mista Permanente de Mudanças Climáticas e participou da Delegação Brasileira na Rio+20, a Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável (CNUDS).

No Estado de Sergipe, foi superintendente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e secretário do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos na gestão do então governador Marcelo Déda. Na Prefeitura de Aracaju, atuou como Secretário Municipal de Participação Popular. Também foi vice-presidente e tesoureiro do PT nacional, além de presidente do Diretório Municipal de Aracaju e do Diretório Estadual do partido em Sergipe.

Redação

Mais Artigos

Últimas Notícias